Fale Conosco

25 de julho de 2012

Governo licita elaboração de projeto para Hospital Metropolitano



O Governo do Estado, por meio da Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado da Paraíba (Suplan-PB), publicou neste sábado  (21) o edital  de tomada de preço para a elaboração de projetos executivos e complementares de engenharia para a obra de construção do Hospital Metropolitano de Santa Rita.  Os interessados em participar do processo licitatório têm até às 14h30 do dia 7 de agosto para entregar a proposta na sede da Suplan, situada à Rua Feliciano Cirne, 326, no bairro de Jaguaribe, em João Pessoa.

Para a construção desse hospital o governador Ricardo Coutinho e o superintendente regional da Caixa Econômica Federal (CEF), Elan Miranda, assinaram convênio no valor de R$ 43,95 milhões.  A unidade irá fornecer atendimento ambulatorial, imediato de emergência, urgência e trauma, e de pacientes em internação, com apoio ao diagnóstico e terapia.

Para o setor de atendimento ambulatorial, o projeto prevê a construção de salas de espera de pacientes e acompanhantes, curativos, inalação, aplicação de medicamentos e de serviços. Também contará com consultórios de enfermagem, ginecologia/obstetrícia, pediatria e nutricionista. Está prevista também uma área exclusiva para serviço de nutrição e dietética, assim como uma farmácia popular.

Já o setor de emergência contará com salas de triagem, exames, suturas, raio-x, revelação, duas de observação materna e uma de observação pediátrica. Também terá posto de enfermagem e serviços, quarto de isolamento e quarto para plantonistas. O setor de apoio ao diagnóstico e terapia terá laboratórios de hematologia, parasitologia, urinálise e salas de lavagem, preparo e esterilização de material. O centro cirúrgico será equipado com cinco salas de cirurgias, posto de enfermagem, sala de recuperação pós-anestésica com duas macas, e espaços para funcionários e armazenamento de equipamentos e materiais.

O hospital também irá oferecer o serviço de diálise, com acesso independente, com salas para tratamento hemodialítico não contaminado com oito poltronas, sala com duas poltronas para tratamento hemodialítico contaminado por hepatite B; uma sala para contaminados com hepatite C, também com duas poltronas. Também contará com uma sala de reprocessamento de dialisadores não contaminados e uma para processamento de dialisadores contaminados por hepatite B.

A agência transfuncional do hospital será equipada com área para estocagem de hemocomponentes, com refrigerador para hemácias e freezer para plasma, além de uma sala com área para controle e distribuição dos hemocomponentes.