Fale Conosco

22 de janeiro de 2013

Governo prorroga suspensão da campanha de vacinação contra febre aftosa



A segunda etapa de vacinação contra a febre aftosa está suspensa até o próximo dia 30 de abril em todo o estado, devido aos efeitos da estiagem. A prorrogação do prazo de suspensão foi publicada no Diário Oficial do Estado de hoje, 22.

Dessa forma, os criadores devem comparecer às Unidades de Defesa Agropecuária para atualização dos seus cadastros, no período de 1 de março a 30 de abril de 2013, sob pena de ficarem impedidos de participar de programas governamentais direcionados às atividades agropecuárias.

“Com a situação atual do rebanho, não é viável retomar a vacinação, pois não teríamos o resultado esperado. Essa medida não afetará o processo de reconhecimento da região como zona livre da febre aftosa com vacinação em 2013”, garante Marenilson Batista, secretário de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca.

Em outubro do ano passado, o Governo da Paraíba solicitou ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento a suspensão da campanha até dezembro, já em decorrência dos efeitos da estiagem, que prejudicavam o rebanho.

A Defesa Agropecuária da Paraíba alerta que a comercialização de vacinas contra a febre aftosa somente será permitida mediante a solicitação do criador e autorização do Serviço Veterinário Estadual.  A preocupação dos Serviços Veterinários Oficiais é pelo comprometimento dos índices vacinais e proteção dos rebanhos porque os animais ficam debilitados, com baixíssimo peso e dificuldade de manejo, não respondendo satisfatoriamente à vacina.