João Pessoa
Feed de Notícias

Governo promove seminário para mineradores em Picuí

quarta-feira, 17 de julho de 2013 - 10:53 - Fotos:  Antonio David/Secom-PB

O Governo do Estado da Paraíba, por meio da Companhia de Desenvolvimento de Recursos Minerais da Paraíba (CDRM) promove, neste sábado (20), o 4º Seminário Comemorativo pelo Dia Nacional do Garimpeiro. O evento acontece na Escola Municipal Ana Maria Gomes, em Picuí, no Curimataú da Paraíba.

Com o tema “Cooperativas de Pequenos Mineradores – Organização e Gestão”, o encontro vai reunir 300 mineradores de pedras semipreciosas da Paraíba e do Rio Grande do Norte para discutir temas como novos conhecimentos em gestão e organização da atividade econômica nos estados, além da cerâmica vermelha, uma das atividades minerais mais fortes representadas na fabricação de telhas e tijolos.

A abertura começa às 8h para credenciamento dos participantes, seguido da assinatura de um convênio da CDRM com o Procase – Projetos Sustentáveis nas Regiões do Cariri e Seridó – financiado pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA). Esta é a primeira vez, em todo o mundo, que o FIDA destina recursos à área mineral. Na abertura vai ser realizada ainda o lançamento da Cartilha Ambiental, volume 2, em parceria com a Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) e a assinatura de um convênio com a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), onde haverá transferência de tecnologias por meio de professores e alunos no ambiente dos garimpos.

Já a partir das 10h30 será dado início a palestra “Organização e Gestão da Cooperativa de Exploração Mineral e Sindicato da Indústria da Cerâmica Vermelha” pelo palestrante e presidente da COOPEMI/SINDICER, Sérgio Pagnan, do Morro da Fumaça, em Santa Catarina.

Após o intervalo, vai ser iniciada às 11h30 a palestra “A Importância da Organização dos Pequenos Mineradores para a Economia da Região de Ametista do Sul”, pelo presidente da Cooperativa de Garimpeiros do Médio Alto Uruguai (COOGAMAI), Isaldir Antônio Sganzerla.

Para a geóloga da CDRM, Maria do Carmo Rodrigues, o evento é uma iniciativa que proporciona a troca de experiências com outros profissionais da área. “Além das palestras, o evento marca a comemoração do Dia do Garimpeiro instituído em 21 de julho após a regulamentação da profissão em 2008. Eles precisam saber que é preciso estar organizados e aplicar uma gestão empresarial eficiente para que saibam obter os melhores recursos e desenvolver as atividades de maneira mais segura”, enfatizou. No estado existem cerca de 4 mil garimpeiros não cooperados.

Ela destacou ainda que a CDRM desenvolve diversos trabalhos continuados na região. “Hoje focamos na ação contínua de assistência técnica, no desenvolvimento de beneficiamento de minérios e pesquisa mineral. Além disso, os técnicos têm uma preocupação de observarem as necessidades dos trabalhadores e, posteriormente, repassarem as técnicas para melhorarem a forma de trabalho”, finalizou.

Na Paraíba foram criadas sete cooperativas de garimpo para facilitar o trabalho coletivo que hoje agregam cerca de 600 mineradores. As cooperativas paraibanas são Coopevarzea (Várzea), Coopjunco (Junco do Seridó), Comitel (Pedra Lavrada), Coogarimpo (Nova Palmeira), Coopicuí (Picuí), Coopermineral (Frei Martinho), Coomar (Assunção).

O setor mineral é um dos arranjos produtivos que mais adquiriram recursos este ano, por meio do programa Empreender-PB que, além do empréstimo financeiro, tem dado todo apoio e assistência técnica, acesso logístico de distribuição e segmentação de novos mercados as cooperativas na região do Curimataú e Seridó paraibano.

Por meio do Empreender Paraíba, os mineradores receberam mais de R$ 3 milhões em crédito para ampliar as cooperativas e regulamentar a profissão. De acordo com o gestor de negócios do programa, Thadeu Vinícius, os investimentos foram utilizados para a aquisição de equipamentos, mudanças nos métodos de extração que, consequentemente, aumentam a segurança e a renda dos garimpeiros. “A aquisição de equipamentos foi a maior empregabilidade dos recursos. Eles adquiriram retroescavadeiras, escavadeira hidráulica e máquinas capazes de pegar o minério grosso e moer até que saiam em uma textura semelhante a areia do cimento. Além disso, ainda houve o beneficiamento de minério em uma usina em Nova Palmeira”, informou.

O encerramento do evento está previsto para ocorrer no final da manhã. Entre as presenças confirmadas está o presidente do CDRM, Marcelo Falcão.

O evento é uma realização da Companhia de Desenvolvimento de Recursos Minerais (CDRM), em parceria com a Sudema, ministérios de Minas e Energia, Exército e da Integração, os cursos de Engenharia de Minas da UFCG e IFPB e Prefeitura Municipal de Picuí.