João Pessoa
Feed de Notícias

Emater promove Jornada de Inclusão Produtiva em Areial

quarta-feira, 30 de abril de 2014 - 09:32 - Fotos:  Secom-PB

A agricultura familiar em Areial, no Brejo paraibano, vai ser fortalecida com a ampliação de programas e políticas públicas voltados ao desenvolvimento rural sustentável com uma assistência técnica mais efetiva. Um termo de cooperação técnica foi assinado, nessa terça-feira (29), entre o prefeito Cícero Pedro de Almeida e o presidente da Emater Paraíba, Geovanni Medeiros, durante a abertura da Terceira Jornada de Inclusão Produtiva na região administrativa de Areia.

Na ocasião, o prefeito Cicero Pedro de Almeida destacou a importância da parceria da empresa de extensão rural para o desenvolvimento agropecuário do município. “Sem a Emater Paraíba, seria impossível fazer uma boa administração voltada para o homem do campo”, disse. Ele também falou da importância das Jornadas de Inclusão Produtivas que, em parceria com outros órgãos, incentivam várias ações da agricultura familiar.

Durante o evento, que reuniu cerca de 800 pessoas entre autoridades e agricultores familiares, foram distribuídos cerca de 600 quilos de sementes selecionadas de feijão macassar e milho do Programa de Sementes do Governo do Estado e mais de 1.500 mudas frutíferas, florestais e medicinais produzidas pelo Projeto Timbaúba Verde. Durante as três versões das Jornadas, o Projeto Timbaúba Verde já contemplou a população da região com mais de 10 mil mudas. Para o presidente da Associação dos Pequenos Produtores de Timbaúba e Arara e coordenador do projeto, Antônio Feliciano, a proposta é contribuir com o meio ambiente e orientar a população quanto a sua preservação.

Por meio deste projeto, já conseguimos desenvolver vários projetos, a exemplo do Timbaúba Digna (Minha Casa Minha Vida) que vai beneficiar 50 famílias da comunidade Timbaúba e aguardamos somente a liberação por parte do Governo Federal”, destacou.

As Jornadas permitiram que agricultores familiares da região administrativa de Areia, composta por 22 municípios, pudessem ter acesso às informações sobre elaboração de Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP’s), Programa Agroamigo, Brasil Sem Miséria e sobre a comercialização de produtos da agricultura familiar para o PNAE e PAA. Além de participar de oficinas de artesanato e conhecer experiências sobre turismo rural. A Emepa também esteve presente com demonstrações sobre palma forrageira como suplementação alimentar dos rebanhos.

Os produtos do Assentamento Carrasco, do município de Esperança, expostos na Jornada de Areial, também chamaram a atenção dos participantes. O presidente da Associação dos Produtores Orgânicos do Assentamento Carrasco (Aprofac), Francinaldo Silva de Luna, destacou que apesar do longo período de estiagem, graças a assessoria da Emater, estão todos produzindo bem.

Ele informou que, desde a fundação do Assentamento, em 2005, vem recebendo assessoramento continuado da Emater e explicou que, na época, a área era de 61 hectares, dos quais 12 foram destinados à reserva ambiental. O restante foi distribuído em 10 lotes onde são produzidos tudo com base na agroecologia. Os produtos são leguminosas diversas, fruticultura, horticultura, raízes (macaxeira e mandioca), apicultura, piscicultura, criação de pequenos animais, bovinocultura de leite, agricultura de base familiar e ainda trabalham com polpa de fruta natural. Além de servir para a sobrevivência familiar, os produtos são fornecidos para o PNAE e PAA.

Atualmente estão sendo cultivados 10 hectares com milho, com perspectiva de boa produtividade. No assentamento, trabalham 10 famílias. O agricultor Francisco de Assis Luna tem 12 filhos, e todos trabalham juntos. Ele parabenizou o assessoramento do extensionista Gilvan Araújo, da Emater de Esperança, que acompanha os trabalhos dos assentados.

O presidente da Emater Paraíba, Geovanni Medeiros, que participa de todas as Jornadas no Estado, destacou que os eventos continuarão acontecendo até o início de junho, como forma aproximar cada vez mais os agricultores familiares das políticas e programas públicos em busca do desenvolvimento rural sustentável na Paraíba. Os trabalhos foram coordenados por Auto Martins, coordenador regional em Areia.

A exemplo de outras Jornadas desta terceira edição, estiveram presentes representantes do Banco do Nordeste, do Banco do Brasil, da Emepa, dos Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS), além da Câmara de Vereadores Municipal, entre outros órgãos.