João Pessoa
Feed de Notícias

Governo promove jornada com agricultores em Massaranduba e debate acesso às políticas públicas

sexta-feira, 14 de agosto de 2015 - 17:07 - Fotos: 

A Jornada de Inclusão Produtiva realizada pelo Governo do Estado, por meio da Gestão Unificada Emepa/Interpa/Emater, vinculada à Secretaria do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap), em Massaranduba, nesta sexta-feira (14), se constituiu numa oportunidade para que os agricultores familiares da região de Campina Grande pudessem acessar, num único local, as políticas públicas que ajudam na melhoria da renda e da qualidade de vida, consolidando melhorias econômicas. O evento aconteceu no Parque do Povão, com a participação de mais de 600 pessoas.

Durante o evento, que começou às 8h, se estendendo até o meio dia, foram assinados quatro projetos de financiamentos, sendo três do Pronaf  Mais Alimento e um do Fundo Nacional de Desenvolvimento do Nordeste (FNE), no valor aproximado de R$ 200 mil. Também foi feita a distribuição de mil raquetes de mudas de palma resistente à cochonilha do carmim para instalação de canteiros de multiplicação, 150 mudas de aroeira e ipês e, também, de 140 quilos de sorgo.

A 3ª Jornada de Inclusão Produtiva da região de Campina Grande coincidiu com a realização da Caminhada pela Paz, promovida pela Igreja Católica, com a participação do padre João Paulo, de Massaranduba, contando com a participação de crianças e de pastorais e movimentos da Paróquia Santa Teresinha. Na ocasião, o padre lembrou que já vem sendo feito um trabalho com os jovens rurais no município e que eventos como este ajuda na conscientização da juventude para o trabalho na agricultura.

O presidente da Gestão Unificada, Nivaldo Magalhães, lembrou que a iniciativa envolve governos municipais, estadual e federal, além da sociedade civil, e tem o propósito de estimular e fortalecer a agricultura familiar, buscando o desenvolvimento rural sustentável.O chefe do escritório regional da Emater em Campina Grande, José Sales Junior, destacou as parcerias com as prefeituras municipais e outros parceiros, o que garante avanços em beneficio da agricultura familiar.

A prefeita de Massaranduba, Joana D’arc de Queiroga Mendonça Coutinho, que também é extensionista rural, lembrou o trabalho que vem sendo realizado em favor do agricultor familiar e que a Jornada era uma oportunidade para que todos pudessem conhecer o que vem sendo realizado e conheçam as experiências de outras comunidades. Também compareceram ao evento o diretor técnico Vlaminck Saraiva e o coordenador de Operações da Emater, Alexandre Alfredo.

Durante toda a manhã, os técnicos da GU ficaram à disposição para atender às demandas dos agricultores familiares. Entre os serviços apresentados, destacam-se demonstrações práticas de silagem e fenação destinadas à alimentação do rebanho em época de estiagem e de construções de barragens subterrâneas. Além de orientar sobre a elaboração de projetos de financiamentos diversos, como comercialização, aquisição de terras, documentação.

As Jornadas de Inclusão Produtiva é uma ação concentrada e articulada de governos estadual, municipal e federal que visa aproximar os agricultores familiares a projetos de financiamento de atividades produtivas, de aquisição de imóveis rurais, de comercialização e de crédito rural, como também discutir a convivência com o semiárido.

O evento foi um espaço de atendimento direto aos agricultores familiares, com palestras e ambiente de mostra tecnológica com produtos da agricultura familiar. Os técnicos transmitiram aos agricultores como funcionam o Programa de Aquisição de Alimentos – PAA, e Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE, acerca do cadastro ambiental rural, desenvolvimento de tecnologia, pesquisas e utilização de energia solar etc.

A agricultora Maria, do sítio Jenipapo, no município de Puxinanã, que trabalha com artesanato e ponto de cruz, com orientação da Emater, comercializa seus produtos junto com as mulheres na Vila do Artesanato, em Campina Grande, com uma renda mensal de R$ 300,00, que ajuda nas despesas de casa.

Outro agricultor presente à Jornada, que foi beneficiado pelo Programa Brasil Sem Miséria é Edimilson José dos Santos, do sitio Salgado em Massaranduba, que explicou que com os recursos de R$ 2.400,00 recebidos e com a assistência técnica recebida sua vida melhorou. Tendo começado a criação de porcos, hoje está com atividades diversificadas, com mais de 100 galinhas, trabalhando numa área de 2,5 hectares. “Devo tudo a Emater, que tem me ajudado e orientado com as criações. Hoje dispomos de uma renda em torno de R$ 300,00 mensal, que junto com as culturas de milho e feijão dá para viver”, disse. Ele é orientado pelo técnico Ranulfo Travassos Bezerra, do escritório da Emater em Massaranduba, e pela extensionista social Maria das Graças Maia.

Com os recursos do Projeto do FNE rural, no valor de R$ 103 mil, o agricultor João Amadeu de Farias, com seu imóvel rural que dispõe de estrutura hídrica, vai se dedicar à exploração agropecuária. Ele adiantou que construirá cisterna de barragem e cultivará na propriedade laranja e banana e fará criação de ovinos. Já o agricultor José Bonifácio Tavares, de Massaranduba, assinou contrato Mais Alimento de R$ 17 mil.

Entre os parceiros nas jornadas, que resume todo o trabalho do Governo do Estado em favor da agricultura familiar, estão o Ministério do Desenvolvimento Agrário, os bancos do Nordeste e do Brasil, Defesa Agropecuária, Cooperar, Empasa, UFPB, UEPB, IFPB, INSS, Sebrae, Senar, prefeituras municipais, Sudema, Fetag, Incra, Agevisa, Orçamento Democrático, sindicatos e Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rurais Sustentáveis, entre outros.