João Pessoa
Feed de Notícias

Governo promove capacitação sobre economia solidária para gestores públicos

sexta-feira, 10 de julho de 2015 - 10:01 - Fotos: 

O Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh) e da Secretaria Executiva de Segurança Alimentar e Nutricional e Economia Solidária (Sesas), com apoio da Incubadora de Empreendimentos Econômicos e Solidários (Incubes), iniciou, nessa quinta-feira (9), o Curso de Formação em Economia Solidária para os Gestores Públicos. A capacitação é composta por três módulos com carga horária total de 48 horas-aula. O treinamento segue até esta sexta-feira (10), no Auditório da Reitoria da UFPB, em João Pessoa. Estão participando do evento representantes de 14 municípios paraibanos.

Duas regiões já foram contempladas: o Sertão (Pombal) e depois o Cariri (Sumé) e agora a Zona da Mata (Capital). O curso visa fortalecer a economia solidária no âmbito do Estado da Paraíba, a partir de atividades formativas com os servidores e gestores públicos estaduais e municipais, consolidando as iniciativas governamentais voltadas à economia solidária e incentivando, sobretudo, sua articulação com as demais políticas sociais. Neste primeiro módulo vai ser abordada a visão da sociedade atual e economia solidária no universo de atuação.

De acordo com o coordenador executivo do Projeto Ações Integradas, Heric Cavalcante, a formação de gestores é fundamental, pois eles são primordiais nesse projeto. Eles vão atuar diretamente nos seus territórios, com a execução de projetos dentro das associações, nas suas entidades de apoio. “A ideia do projeto é sensibilizar, humanizar e construir um conceito de que a economia solidária transita por vários campos do conhecimento, seja onde for o campo de atuação, educação, saúde, meio ambiente, indústrias, a gente consegue trabalhar na perspectiva de um ambiente mais solidário, mas não deixa de tirar o foco da economia que é nosso sustento”, observou.

Para o professor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) José Francisco Neto, que trabalha na pós-graduação da pesquisa junto à educação popular e na incubadora, essa primeira etapa é para que os gestores se atualizem sobre a temática da economia solidária. “Ela tem como princípio ético a defesa intransigente do meio ambiente. A solidariedade, a cooperação, o respeito ao outro, são valores que a gente não abre mão, além de que o gerenciamento da gestão do empreendimento é uma auto gestão e é uma gestão coletiva, isso é economia solidária”, explicou o professor.