João Pessoa
Feed de Notícias

Programação especial marca atividades do Dia da Consciência Negra

quarta-feira, 18 de novembro de 2015 - 08:55 - Fotos:  Arquivo

Oficina, seminário, além de concertos da Orquestra Sinfônica estão na programação do Dia da Consciência Negra na Paraíba. A data é comemorada em 20 de novembro, mas as atividades do Governo do Estado serão intensificadas, a partir desta quinta-feira (19). Elas são fruto de parcerias intersetoriais, envolvendo as secretarias de Estado da Mulher e da Diversidade Humana (Semdh), Educação, além da Fundação Espaço Cultural (Funesc).

Além das ações culturais e educacionais programadas, a secretária de Estado da Mulher e da Diversidade Humana, Gilberta Soares, explicou que o Governo do Estado também apoia o Comitê Impulsor na Paraíba, ligado à Marcha Nacional das Mulheres Negras 2015. O movimento acontece em Brasília, nesta quarta-feira (18).

Gilberta Soares, que também participa do evento na Capital Federal, falou sobre a importância da delegação paraibana na Marcha Nacional das Mulheres Negras 2015. “É um evento que agrega em suas discussões as questões de racismo e machismo, pois essas mulheres sofrem essa dupla discriminação. São assuntos importantes em nossos debates. Sabemos, por exemplo, que 70% das domésticas são negras, o que aponta um dos resquícios da escravatura”, observou.

Oficina para educadores de escolas quilombolas – Ainda dentro das comemorações do Dia da Consciência Negra, o Governo do Estado vai realizar a última etapa do projeto Oficinas Pedagógicas para formação dos profissionais de educação que atuam nas escolas declaradas quilombolas. O evento acontece na Casa Rosada, prédio localizado ao lado do Centro Administrativo, em Jaguaribe, na quinta-feira (19). A realização é da Secretaria de Estado da Educação (SEE), em parceria com a Semdh e o Fórum Estadual de Educação Étnico Racial.

O gerente executivo da Igualdade Racial, José Roberto da Silva, explicou que a Lei 10.639/03 versa sobre o ensino da história e cultura afro-brasileira e africana. “Ela ressalta a importância da cultura negra na formação da sociedade brasileira e propõe novas diretrizes curriculares. Os profissionais, em sala de aula, precisam fazer essa abordagem dos negros como sujeitos históricos, valorizando suas ideias intelectuais, culturais e religiosas”, comentou.

Durante toda quinta-feira, professores, gestores e técnicos da educação de quatro escolas e dois Centros de Referência em Educação Infantil (Crei) vão participar das oficinas. Esses estabelecimentos de ensino, declaradamente quilombolas, estão localizados nas cidades do Conde (Mituaçu, Ipiranga e Gurugi) e João Pessoa (Paratibe), onde moram 2.500 pessoas.

Desde o início do ano, o Governo do Estado vem realizando essas oficinas em diversas regionais de ensino. O objetivo é beneficiar todos os 23 municípios que possuem comunidade quilombola. Eles representam 127 escolas declaradas quilombolas.

Seminário – Na sexta-feira (20), outra atividade semelhante vai ser realizada pelo Governo do Estado. Trata-se do seminário “A implementação da Lei 10.639/03 no contexto paraibano – avanços, desafios e perspectivas”, que será voltado para todos os gestores municipais e professores da educação.

O seminário acontece durante todo o dia, também na Casa Rosada, em Jaguaribe. A realização é da Secretaria de Estado da Educação (SEE) e Ministério Público Federal, contando com a parceria Semdh e o Fórum Estadual de Educação Étnico Racial.

Concerto da Orquestra Sinfônica – O Dia da Consciência Negra vai ainda ser celebrado com dois concertos da Orquestra Sinfônica da Paraíba. Com o título ‘Orixás’, as apresentações gratuitas acontecem na quinta-feira (19), às 20h30, e na sexta-feira (20), às 21h, na Praça do Povo do Espaço Cultural José Lins do Rego (Funesc), em João Pessoa.