João Pessoa
Feed de Notícias

Governo promove ações preventivas no Dia Mundial de Luta Contra a Aids

sábado, 1 de dezembro de 2012 - 15:38 - Fotos:  José Lins/ Secom-PB

Primeiro de dezembro é o Dia Mundial de Luta contra a Aids. Para lembrar a data, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) promoveu várias ações no Busto de Tamandaré, na praia de Tambaú, em João Pessoa. Em tendas, instaladas no local, foram oferecidos diversos serviços gratuitos, entre eles, testes rápidos para o diagnóstico de HIV, sífilis e hepatites B e C, além de aferição de pressão arterial, teste de glicemia e distribuição de preservativos, gel e adesivos.

A ação foi realizada em parceria entre a SES e o Complexo Hospitalar Clementino Fraga, referência no Estado no tratamento da doença. “A ação foi muito importante no sentido de alertar a população que a Aids existe; do aumento no número de casos e que todos devem se cuidar, usando preservativos e realizando os testes rápidos”, falou Adriana Teixeira, diretora geral do Clementino.

A gerente executiva da Vigilância em Saúde, Talita Tavares, também participou das ações. Ela lembrou que a Paraíba é o primeiro Estado da Federação na descentralização dos testes rápidos de HIV, sífilis e hepatites virais. Atualmente, mais de 80% dos municípios paraibanos já foram qualificados para realizar os exames. A meta é atingir todos os 223 municípios paraibanos, já no próximo ano.

“Com o diagnóstico precoce de qualquer uma dessas doenças, a pessoa tem maiores chances de conviver com elas, fazendo o tratamento adequado, e ter uma boa qualidade de vida”, disse Talita.

A aposentada Josilda do Nascimento mora em Tibiri II, na cidade de Santa Rita, mas desde cedo já estava realizando testes e ficou muito satisfeita com a campanha. “Acho ótimo porque mantém todo mundo informado e, dessa forma, a pessoa não tem como dar a desculpa de que adoeceu porque não sabia como fazer”, declarou.

O estudante Zaldo Brasiliano Guedes Torres, que mora em Manaíra e caminha, diariamente, na calçadinha, aproveitou para cuidar da saúde. “Isso é muito bom pra gente se prevenir. E no meu caso, então, nem se fala, já que tenho um pai diabético e uma mãe hipertensa”, explicou.