João Pessoa
Feed de Notícias

Governo promove ações de convivência com a estiagem no Vale do Paraíba

terça-feira, 8 de abril de 2014 - 12:02 - Fotos:  Secom-PB

O Governo do Estado, por meio da Emater Paraíba, leva aos agricultores familiares as tecnologias de convivência com a estiagem no Semiárido. Desta vez, o treinamento foi no município de Itatuba, no Vale do Paraíba, ajudando no fortalecimento da agricultura familiar da região.

De acordo com o engenheiro agrônomo Geogles Dantas da Rocha, uma das alternativas de convivência com o Semiárido disseminada pela Emater, no município, é a construção de barragens subterrâneas, técnica de captação e armazenamento de água das chuvas no interior do solo.

Recentemente, foi construída uma barragem subterrânea na propriedade do agricultor familiar José Martins, sob a orientação da Emater Paraíba, permitindo a criação de uma vazante artificial onde a umidade do solo se prolongará por longo tempo, chegando até o final do período seco no Semiárido.

Segundo Geogles, a barragem foi a primeira construída no município e o agricultor poderá investir na fruticultura ou mesmo nos cultivos tradicionais como milho e feijão, além das pastagens para alimentação de rebanhos, em plena área de Semiárido e sem irrigação convencional. O objetivo da Emater é disseminar a tecnologia para os demais agricultores do município de Itabuba, por meio do crédito rural no âmbito do Pronaf Semiárido.

Outra tecnologia aplicada para amenizar os efeitos das estiagens está relacionada com a produção de carne e leite. Desenvolvida pela Emepa e difundida pela Emater, em Itatuba, os blocos multinutricionais consistem em uma fonte sólida de suplementação estratégica que fornecem proteína, energia e minerais, compensando, em parte, o déficit nutricional dos rebanhos durante a época da seca.

Em uma demonstração de método realizada na fazenda Cipaúba, dezenas de agricultores familiares do município puderam acompanhar a confecção e recomendações para uso dos blocos. Segundo o agricultor João Vasconcelos, a nova tecnologia ajudará os agricultores do município a alimentar os rebanhos nas épocas mais críticas. O técnico da Emater informou que a Emepa disponibilizou para Itatuba, através da Associação de Produtores de Leite, uma prensa hidráulica e uma betoneira que auxiliarão na confecção dos blocos, cujas orientações ficam a cargo da Emater.

Outro exemplo de ação de convivência com a estiagem desenvolvida pela Emater em Itatuba está na propriedade de Josenildo Bezerra, por meio de um projeto de crédito no âmbito do Pronaf, foi construído um barreiro, um poço e uma cisterna para captação de água. Segundo o agricultor, há poucos dias não existia água para o consumo do gado e agora, graças ao apoio da Emater, haverá água suficiente para o consumo do rebanho e outras atividades na propriedade.

Segundo dados da Emater, em Itatuba, já foram liberados cerca de R$ 230 mil em recursos destinados a ações de convivência com a estiagem e com o semiárido, beneficiando dezenas de agricultores familiares. De acordo com o coordenador regional da Emater em Itabaiana, Paulo Emílio, a ação de enfrentamento da seca desenvolvida em Itatuba tem sido aplicada também em outros municípios e diminuído os efeitos da estiagem na região nos últimos meses.