Fale Conosco

13 de fevereiro de 2017

Governo prepara manejo clínico da dengue, zika e chikungunya para infectologistas e clínicos



O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), em parceria com o Ministério da Saúde e o Conselho Regional de Medicina (CRM-PB), realiza nesta terça-feira (14) o Manejo Clínico da Dengue, Zika e Chikungunya. O evento, que será realizado no auditório do CRM-PB, das 8h ao meio dia, é voltado para médicos (infectologistas e clínicos) das quatro macrorregiões de saúde que prestam assistência nos serviços públicos e privados da Paraíba. Foram disponibilizadas 180 vagas distribuídas em 45 serviços (entre hospitais e UPAs). O objetivo do manejo clínico é alertar estes profissionais sobre como identificar e tratar precocemente pacientes sintomáticos.

No encontro, haverá apresentação da situação epidemiológica da dengue, chikungunya e zika no Brasil e na Paraíba, além do manejo que trata do diagnóstico das doenças (sinais e sintomas), tratamento adequado e orientações sobre a notificação de casos suspeitos. As exposições serão feitas por técnicos responsáveis pelos agravos no Ministério da Saúde e na SES.

A gerente executiva de Vigilância em Saúde, Renata Nóbrega, lembrou que os manejos clínicos vêm sendo realizados desde 2012 e têm contribuído para a sensibilização dos profissionais da saúde. “A intenção é qualificar estes médicos infectologistas e clínicos para que eles possam, de forma adequada, identificar os casos suspeitos e tratar os pacientes precocemente, evitando, assim, as formas graves das doenças e os óbitos”, disse.

Renata comentou, ainda, que o evento promove o fortalecimento da assistência à saúde, principalmente quando relacionado à chikungunya, que é um agravo que teve o primeiro caso diagnosticado no Brasil em 2014 e trouxe preocupação para a Paraíba em 2016, quando houve um número considerável de óbitos no estado. “Ações como esta, que qualificam os profissionais de saúde, fortalecem o serviço prestado à população e evitam que novos casos graves aconteçam e evoluam para o óbito”, concluiu.

Arboviroses – São as doenças transmitidas ao homem por picadas de mosquitos – causadas pelos chamados arbovírus, que incluem o vírus da dengue, zika e chikungunya (nestes casos, pelo mosquito Aedes aegypti, um dos principais transmissores de arboviroses da atualidade).