João Pessoa
Feed de Notícias

Governo prepara equipes de saúde para instalação de mais um posto de coleta de leite materno

quarta-feira, 8 de abril de 2015 - 09:58 - Fotos:  Ricardo Puppe

Com o objetivo de preparar as equipes de saúde para a implantação do posto de coleta de leite materno no Hospital Geral de Mamanguape, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde e do Banco de Leite Anita Cabral, iniciou nessa terça-feira (7) e continua nesta quarta-feira (8), a capacitação em Aleitamento Materno para a equipe de saúde do Hospital Geral de Mamanguape. O treinamento também é voltado às equipes de Atenção Básica dos 12 municípios do Vale do Mamanguape, dos quais a unidade é referência.

No primeiro dia, a capacitação foi destinada à equipe de saúde do próprio hospital e aos estagiários da Escola Técnica em Enfermagem Rosa Mística. O segundo dia será destinado à Atenção Básica dos municípios da região do Vale do Mamanguape, que fazem parte ainda da 1ª Gerência Regional de Saúde (GRS). A capacitação vai contar também com a participação do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI), onde será capacitada a equipe para atender especialmente a população indígena, que tem uma maior concentração no Vale, principalmente nas cidades de Marcação, Baía da Traição e Rio Tinto.

De acordo com a diretora do Banco de Leite Humano Anita Cabral, Thaise Ribeiro, a intenção é trazer o conhecimento sobre os componentes do leite humano. “O leite materno possui mais de 250 substâncias entre proteínas, carboidratos, vitaminas, células vivas, microorganismos, entre outros. Então, essa capacitação traz o empoderamento para o profissional, na questão do apoio a mulher na escolha do leite humano como primeira opção, além disso, capacita o profissional no manejo da amamentação, quando as mães procurarem os serviços do hospital ou da atenção básica e também no manuseio do leite para ser administrado nos bebês, que necessitarem da utilização”, disse Thaise.

Thaise Ribeiro informou que a implantação do posto é mais uma ação do Governo do Estado para humanização, qualificação e descentralização dos serviços da rede de banco de leite, tendo como meta a redução da mortalidade infantil. “O objetivo é atender com o posto 100% dos recém-nascidos”, defendeu a diretora do banco de leite.

O diretor técnico do Hospital Geral de Mamanguape, Bernardo Oliveira, declarou que o posto de coleta surgiu da necessidade observada nas mães que tiveram bebês na unidade e até mesmo, na demanda das unidades básicas de saúde da região. “O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde, tem nos dado todo o suporte necessário para que essa implantação seja possível. Com isso, vamos suprir as necessidades dos bebês da região, já que a unidade é referência no atendimento materno-infantil”, destacou Bernardo.

Para a Nutricionista do Banco de Leite Anita Cabral, Janilda Moraes, uma das capacitadoras, o leite humano é especial, pois possibilita a melhoria do quadro clínico dos bebês, principalmente dos prematuros e recém-nascidos, auxiliando no tempo de internação. “O nosso objetivo é promover o resgate da importância da amamentação nas maternidades, transmitir conhecimento e mostrar os benefícios do leite materno, a exemplo, do aumento do vínculo entre mãe e filho, além de trazer a sensibilização desses profissionais em relação a amamentação”, defendeu Janilda Moraes.

O posto será inaugurado durante as atividades da III Semana Estadual de Doação de Leite Materno, no dia 19 de maio deste ano, no Hospital Geral de Mamanguape, que faz parte da Rede Hospitalar do Estado.

Doação – Para ser doadora basta a mulher estar amamentando, ser saudável e ter produção de leite maior que a necessidade do seu bebê. Para doar é só procurar uma das unidades distribuídas em todo o estado, através do link: http://static.paraiba.pb.gov.br/2013/09/Rede-Paraibana-de-Bancos-de-Leite.pdf.

O Banco de Leite Anita Cabral funciona na Maternidade Frei Damião, em João Pessoa, e se tornou um centro de referência no Nordeste. Fornece suporte técnico para toda rede paraibana de bancos e postos de coleta de leite materno, que beneficia milhares de mães e bebês em toda a Paraíba. Foi inaugurado em 1987 e, desde então, contribui para o fortalecimento e incentivo à prática da amamentação e doação de leite materno.

O leite doado é processado e analisado por um laboratório, certificado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o qual garante a inativação dos protozoários, vírus, fungos e bactérias patogênicas, oferecendo ainda a informação de todas as características físico-químicas, tais como grau de acidez, quantidade de gordura e maturidade do produto. Isso garante que cada receptor atendido receba o leite específico para seu quadro clínico.