Fale Conosco

9 de junho de 2009

Governo premia alunas vencedoras de concurso sobre obra de José Américo



As alunas Kamilla Henrique Mendonça, do 3º ano do Ensino Médio do Colégio e Curso Interactivo – unidade do Cristo, João Pessoa, e Dienna Cristine da Costa Almeida, do 8° ano do Ensino Fundamental da Escola Estadual Arlindo Bento de Morais, da cidade de Santa Luzia, foram premiadas com computadores pela Secretaria de Estado da Educação e Cultura. Elas venceram o concurso promovido pelo Governo do Estado sobre o livro ‘A Bagaceira’ e seu autor José Américo de Almeida.

A solenidade ocorreu na tarde da segunda-feira (8), na Fundação Casa de José Américo, no Bairro do Cabo Branco, em João Pessoa. Para Dienna Cristine, a conquista do prêmio foi muito gratificante e a incentiva a continuar estudando. “Sou admiradora do autor e já li duas obras dele: ‘A Bagaceira’ e ‘Coiteiros”, ressaltou a estudante. Já Kamilla Mendonça, apesar de não conhecer muito o autor até então, sentiu-se instigada a ler a obra. Atualmente, segundo ela, sente mais interesse pela Literatura Brasileira.

O secretário da Educação e presidente do Conselho Estadual de Cultura, Francisco de Sales Gaudêncio, presidiu a solenidade, ocasião em que parabenizou as alunas e em nome delas saudou a todos os alunos da rede estadual e particular de ensino. Segundo o secretário, o exemplo das alunas deve ser seguido por outros colegas, destacando o valor dos filhos ilustres do Estado.

Também presentes também à solenidade, o subsecretário de Cultura, Flávio Tavares; o presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (Iphaep), Damião Ramos; a presidente da Fundação Casa de José Américo, Letícia das Mercês Maia; o presidente da Academia Paraibana de Letras, Juarez Farias; o historiador José Otávio de Arruda Melo; o poeta Oliveira de Panelas, entre outras autoridades e intelectuais.

O concurso fez parte de uma série de eventos realizados pelo Conselho Estadual de Cultura, em parceria com a Prefeitura de Areia, que promoveram de 15 de maio a 15 de agosto/2008 uma programação voltada fundamentalmente às escolas, ao estudo da obra do escritor nascido em Areia, José Américo de Almeida, e particularmente, ‘A Bagaceira’.

Foram realizadas nesse período mesa redonda, palestras, apresentação de filmes, visitas à Fundação Casa de José Américo e o lançamento de três editais, um para a edição de dois livros inéditos ou que estejam com edições esgotadas sobre ‘A Bagaceira’, e outros dois dirigidos aos alunos do Ensino Fundamental de escolas públicas e privadas, que puderam participar de concurso de escrita falando sobre a personalidade e a vida de José Américo de Almeida. O terceiro edital, em especial, foi dirigido a alunos do Ensino Médio para elaboração um texto sobre ‘A Bagaceira’.

Janildes Andrade, da Educação e Cultura, com fotos de Alberi Pontes