João Pessoa
Feed de Notícias

Governo pavimenta vias periféricas para as obras do Trevo de Mangabeira

terça-feira, 26 de novembro de 2013 - 18:35 - Fotos:  Walter Rafael / Secom-PB

As obras inciais para a construção do Trevo de Mangabeira – uma das mais importantes obras de mobilidade urbana da região metropolitana de João Pessoa – estão na fase de serviços de topografia para pavimentação de 25 ruas dos bairros Bancários e Mangabeira. Essas vias periféricas somam uma extensão de seis quilômetros e serão preparadas para o tráfego fluir durante a execução das obras do trevo. Algumas já são em paralelepípedo e serão asfaltadas para mais conforto dos usuários e facilitar o tráfego.

Após a conclusão do Trevo de Mangabeira, essas ruas ficarão como opção de tráfego da população de toda aquela região”, adiantou o diretor de Obras do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Hélio Cunha Lima.

A rua por trás do futuro Shopping Mangabeira será uma das 25 a serem pavimentadas e entre elas estão as Ruas Santa Bárbara, Genésio Gambarra Filho, Edilson Paiva de Araújo, Pedro Juscelino Aquino, Professora Carmem Moreira Coutinho, Comerciante Marcos Johanes da Costa, Rodolfo Benttenmuller, Manoel Roberto do Nascimento, Celso de Paiva Leite, Cleanto de Paiva Leite, rua lateral do Caic, rua Tenente Napoleão Acyoli de Lima, Comerciante Alfredo Ferreira da Costa, Major Luiz Eráclito da Costa, João Alves da Costa, avenida Josefa Taveira, rua Rita Xavier de Oliveira, Professor Luiz Carlos Lyra Neto e rua Prefeito Luiz Alfredo Moreira Coutinho.

As empresas concessionárias de telefonia, a Cagepa, a Energisa, a PBGásvão retirar, no prazo de dois meses, suas redes de distribuição para que sejam iniciadas as escavações para construção do Trevo de Mangabeira, segundo explicou o diretor de Obras do DER.

O trevo terá extensão de 800 metros. A plataforma da avenida ficará com 22 metros, com duas pistas de rolamento, canteiro central, ciclovia e calçadas. O tipo de revestimento será em concreto betuminoso usinado a quente. O Governo do Estado vai investir na obra, com recursos próprios, R$ 21.104.632.83, sendo R$18.618.968,18 com a construção do trevo rodoviário e mais R$ 2.485.664,65 com remanejamento de redes de água, esgoto, energia e telefone.

Os principais serviços programados são terraplenagem, pavimentação asfáltica, viaduto em concreto, drenagem, iluminação ornamental e sinalização horizontal e vertical. A construção do trevo está a cargo do Departamento de Estradas e Rodagens da Paraíba (DER).

O trevo foi uma das principais demandas da população dos bairros da Zona Sul, que aprovou a decisão do Governo do Estado. O objetivo da obra é escoar o tráfego viário da região, beneficiando diretamente mais de 250 mil moradores, além dos motoristas que trafegam diariamente pelo local.