João Pessoa
Feed de Notícias

Governo participa de Simpósio sobre Vigilância e Manejo de Eventos Adversos Pós-Vacinação

segunda-feira, 30 de novembro de 2015 - 09:37 - Fotos: 

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), participa do Simpósio “Como conduzir a Vigilância e o Manejo de Eventos Adversos Pós-Vacinação”. O evento, que é realizado pelo Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos Bio Manguinhos/Fiocruz e Centro de Ciências/ CCM da Universidade Federal da Paraíba, teve início na noite da sexta-feira (27), no auditório do Conselho Regional de Medicina, na Capital. O evento é voltado para médicos e profissionais de saúde.

Estiveram presentes na abertura do simpósio representantes da UFPB, Fiocruz-RJ, SES e CRM-PB. O cardiologista Mário Toscano e a gerente estadual de Imunização, Isiane Queiroga.

As atividades do simpósio tiveram início com a Mesa Redonda “Vigilância de Eventos Adversos Pós-Vacinação”, moderada pela médica da equipe de Farmacovigilância da Assessoria Clínica Bio-Manguinhos/ Fiocruz – RJ. Em seguida, a diretora técnica da Divisão de Imunização do Centro de Vigilância Epidemiológica da Universidade de São Paulo, Helena Sato, falou sobre “Conceitos, Notificação, manejo das Informações sobre Eventos Adversos Pós-Vacinação (EAPV) na Mídia e Orientações a Viajantes”. Isiane Queiroga finalizou a primeira parte da noite falando sobre o papel da Vigilância de Eventos Adversos Pós-Imunização, “Fluxo de Informação e ações de controle”.

Logo após, teve início a segunda Mesa Redonda da abertura do simpósio: “manejo de EAPV”, moderada pelo diretor do Centro de Ciências Médicas e professor da UFPB, Eduardo Sérgio Sousa. Em seguida, Juliana Araújo, professora da UFPB, falou sobre Assistência Médico-Hospitalar no Atendimento de EAPV. E para finalizar a noite, a coordenadora do Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais do Estado de Pernambuco, Ângela Rocha, falou sobre “Manejo Clínico, casualidade e Orientações aos Familiares”.

“É um prazer estar aqui hoje com todos esses profissionais. Espero que esse simpósio seja bem produtivo, que possamos compartilhar conhecimento, pois ele deve e tem que ser compartilhado, e é pra isso que estamos aqui, para aprender e também para dizer o que a gente sabe”, disse Helena Sato.

Para Isiane, a Paraíba só tem a ganhar com a realização do simpósio. “Essa é uma grande oportunidade para o nosso estado, receber esses profissionais com um evento tão importante, que nos possibilita trabalhar e fortalecer a imunização na Paraíba, discutindo as condutas frente aos casos EAPV, o papel da vigilância de eventos adversos pós-imunização, o conhecimento sobre eventos adversos, desafios na investigação da casualidade de eventos adversos pós-vacinação graves, entre outros”, concluiu Isiane.