Fale Conosco

30 de outubro de 2012

Governo participa de abertura de Seminário de Ciência e Tecnologia



O Governo do Estado, por meio do secretário de Estado da Interiorização, Fábio Maia, participou nessa segunda-feira (29), no Centro de Convenções do Garden Hotel, em Campina Grande, da abertura da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia com foco no tema Seminário Inovação e Sustentabilidade nos Territórios da Cidadania. O evento termina nesta quarta-feira (31).

Durante o seminário, a Fundação Parque Tecnológico da Paraíba e o Sebrae assinaram convênios para implantação do Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos (Cerne) na Paraíba. O Cerne é uma plataforma que visa promover melhoria nos resultados das incubadoras das diferentes áreas, possibilitando uma atuação proativa na promoção do desenvolvimento sustentável baseado na inovação.

O Parque Tecnólogico e o Sebrae são parceiros do Governo do Estado em várias atividades e ações. “Diante disso, o governo não poderia deixar de estar presente ao evento na assinatura desses convênios que vão capacitar, cada vez mais, as incubadoras”, assinalou Fábio.

Ele acrescentou que a discussão sobre sustentabilidade, economia verde e erradicação da pobreza também são prioridades do Governo do Estado. “O Cooperar e o Empreender, por exemplo, desenvolvem a economia de baixo para a cima em todas as regiões da Paraíba”, assegurou o secretário de Interiorização.

Por sua vez, o diretor administrativo adjunto do Parque Tecnológico, Vicente de Paulo Albuquerque, pontuou que os convênios visam à profissionalização das incubadoras para que possam prestar mais um serviço de ponta para as empresas associadas. Para o gerente de Agronegócios e Territórios do Sebrae Paraíba, Antônio Felinto, esse é o momento oportuno para os produtores rurais se capacitarem. “Esse é um evento de grande importância para o produtor do agronegócio, pois ele terá acesso a informações e capacitações sobre sua atuação no mercado”, disse.

Sobre o Cerne – O Sebrae e a Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (ANPROTEC) trabalharam juntos para construir um novo modelo de atuação para as incubadoras brasileiras.

Este modelo de incubação de empresas surgiu como resultado da necessidade das incubadoras em ampliar a capacidade de geração sistemática de empreendimentos de sucesso. Com a implantação do Cerne, a incubadora passa a atuar de forma proativa na promoção do desenvolvimento sustentável baseado na inovação.