Fale Conosco

23 de abril de 2012

Governo nomeia 201 policiais civis concursados em menos de 16 meses



O Governo do Estado, em menos de 16 meses da atual gestão, já nomeou 201 policiais civis – incluindo os 51 profissionais convocados na última sexta-feira (20). Todos eles foram aprovados em concurso público realizado em 2008 e homologado em 2010. No entanto, nenhum candidato foi nomeado na gestão anterior. Já na Educação, o Governo convocará mais 41 professores de Filosofia.

A quantidade de policiais civis nomeados foi destacada pelo governador Ricardo Coutinho, durante o programa Fala Governador, transmitido pela Rádio Tabajara, no início da tarde desta segunda-feira (23). Os 201 profissionais integram a relação dos 424 que concluíram o Curso de Formação de Polícia Civil na Academia de Ensino de Polícia (AEP).

Dos convocados na semana passada, estão seis delegados, 25 agentes de investigação, 15 escrivães, três peritos criminais, um técnico em perícia e um necrotomista. O número de nomeados já ultrapassa 10% do efetivo total da Polícia Civil da Paraíba – que reúne 1.894 profissionais –, instituição que possui três décadas de existência. O concurso público tem validade até 2014.

Segundo Ricardo, a nomeação de novos policias civis representa investimentos significativos na segurança, que já se refletem na prática. “No primeiro trimestre deste ano, por exemplo, registramos uma diminuição de 40% de roubos a bancos, em relação ao mesmo período do ano passado, enquanto as explosões de caixas eletrônicos caíram 60%. Vamos continuar nos alimentando com estes números, para trabalharmos cada vez mais”.

Ainda segundo ele, o Estado já havia contratado, na atual gestão, 150 policiais civis que, somados aos 51 convocados na semana passada, totalizam 201. De acordo com Ricardo, de janeiro do ano passado até agora, o Governo contratou um total de 2.351 aprovados em concursos públicos, que já atuam em diversos setores. Só no mês de abril, 160 agentes penitenciários receberam posse – todos aprovados em concurso de 2008. “Isso muito me honra, pois diante de tantas dificuldades que ainda enfrentamos, estamos priorizando e reconhecendo quem passa em concurso”, acrescentou.

Filosofia – Ricardo Coutinho revelou, ainda no Fala Governador, que o Estado convocará mais 41 professores de Filosofia. “Eles foram aprovados em um concurso anterior, mas a convocação deles é um compromisso meu. Quero ver Filosofia no Ensino Médio, não só porque é uma disciplina obrigatória, mas porque precisamos avançar nas condições de ensino. Através do pensamento, da reflexão estimulada pela Filosofia, podemos melhorar muito a educação”, disse.

No mês passado, o Governo do Estado deu mais um salto positivo na Educação do Estado, contratando, de uma só vez, 1.016 professores. “Este foi um feito inédito no Nordeste: nunca nenhum Estado da região contratou tantos concursados para a Educação em um único momento”, concluiu.