Fale Conosco

18 de setembro de 2013

Governo libera créditos do Cooperar e beneficia duas mil pessoas do setor de mineração



O apoio do Governo do Estado às famílias de pequenos mineradores beneficia diretamente cerca de dois mil paraibanos de seis municípios. Os recursos liberados por meio do Projeto Cooperar para seis convênios somam R$ 1,5 milhão, segundo informa o coordenador estadual do projeto, Roberto Vital.

Em Junco do Seridó, 160 famílias atuam na mineração organizadas na Cooperativa dos Mineradores dos Municípios que formam a região do Seridó. O valor do convênio foi de R$ 304,8 mil.

No município de Várzea são 79 famílias beneficiadas com o apoio do Cooperar. Em Picuí, o financiamento atende ao subprojeto de 75 famílias. A mineração apoiada pelo Governo em Nova Palmeira reúne 60 famílias.

Outras 40 famílias de mineradores são da cidade de Pedra Lavrada e, em Frei Martinho, o Cooperar ajuda um grupo de 35 famílias.

O Governo do Estado da Paraíba, por meio da Companhia de Desenvolvimento de Recursos Minerais (CDRM) promoveu em julho, na cidade de Picuí, o 4º Seminário Comemorativo pelo Dia Nacional do Garimpeiro. Com o tema “Cooperativas de Pequenos Mineradores – Organização e Gestão”, o encontro reuniu 300 mineradores de pedras semipreciosas da Paraíba e do Rio Grande do Norte. Eles discutiram novos conhecimentos em gestão e organização da atividade econômica, além da cerâmica vermelha, uma das atividades minerais mais fortes representadas na fabricação de telhas e tijolos.

As cooperativas paraibanas são Coopevárzea (Várzea), Coopjunco (Junco do Serió), Comitel (Pedra Lavrada), Coogarimpo (Nova Palmeira), Coopicuí (Picuí), Coopermineral (Frei Martinho) e Coomar (Assunção).