João Pessoa
Feed de Notícias

Governo libera crédito do Empreender na abertura do Gira Calçados

quarta-feira, 6 de junho de 2012 - 08:55 - Fotos:  Francisco Morais/Secom-PB

O Governo do Estado entregou, no início da noite desta terça-feira (5), o cheque simbólico no valor de R$ 428.300,00 para pequenos produtores de calçados atendidos pelo programa Empreender PB. A entrega do recurso, que vai beneficiar 32 pequenos produtores do Pólo Calçadista de Campina Grande, aconteceu durante abertura do 16º Seminário Nacional das Indústrias de Calçados (SINC), que prossegue até a próxima quinta-feira (7), na Fiep, em Campina Grande.

Mais de 100 empresários da Paraíba e de outros Estados do país participam do Seminário Nacional e do Gira Calçados, que deve gerar mais de R$ 7 milhões em negócios.

Participaram da abertura do evento, o governador Ricardo Coutinho, o secretário executivo do Empreender Paraíba, Jadson Xavier, o presidente da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (FIEP), Buega Gadelha, o superintendente do Sebrae, Júlio Rafael, o vice-prefeito de Campina Grande, José Luiz Júnior, o presidente nacional da Associação Brasileira da Indústria de Calçados(Abicalçados), Rogério Dreyer, a gerente da cadeia do Couro e Calçados do Sebrae nacional, Ana Teixeira, e outras autoridades. 

Na ocasião, o governador Ricardo Coutinho destacou que os recursos do Empreender vão ajudar os produtores a aumentarem o capital de giro e a produção de calçados. Ele lembrou que liberações recentes, como os R$500 mil para a fábrica de papel da Coopapel, de Campina Grande, são experiências importantes para aquecer a economia.

Somente o Empreender PB já liberou R$ 14 milhões em créditos que movimentam a economia do Estado. “Estamos disponibilizando crédito e condições especiais para quem tem boas ideias e talento. Esse é um grande passo, pois ao mesmo tempo em que o governo dialoga com grandes empreendimentos, também se preocupa com a base da economia”, avalia o gestor.

Durante o discurso, o chefe do Executivo destacou a importância do setor calçadista para o Estado, responsável pela geração de 25 mil empregos diretos e por ser o terceiro produto mais exportado da Paraíba. “São produzidos 250 milhões de pares de calçados na Paraíba, que é algo muito importante e nos coloca entre os três maiores produtores do país. Essa é uma indústria que necessita e merece de apoio dos órgãos governamentais e das instituições no desenvolvimento de uma política de médio e de longo prazo”, esclarece.

Um dos empresários beneficiados com cheque do Empreender, José Ribamar Alves, disse que é a primeira vez na história que os pequenos produtores de calçados recebem incentivo do Governo do Estado. “Deixo meus agradecimentos em nome dos pequenos fabricantes de Campina Grande. Não precisamos de palavras bonitas. Precisamos de apoio e um olhar atento com ações e programas verdadeiros que incentivem o crescimento dos pequenos”, enfatiza o empresário.

O presidente da FIEP, Buega Gadelha, destacou a importância do seminário e rodadas de negócios sobre o setor calçadista, as tendências para o verão 2013 e o futuro dos calçados no Brasil e no mundo. Ele afirmou que o setor calçadista é prioritário para o Estado pela sua força e potencial.

Já o presidente do Sindicato dos Calçadistas da Paraíba, Eduardo Souto, revelou que a expectativa é que as vendas durante as rodadas de negócios ultrapassem os R$ 7 milhões. Ele acredita que, este ano, as exportações superem as de 2011, pois de janeiro a maio já foram exportados mais de 10 milhões de pares.

“Esse é um evento muito importante para o setor de calçados. Este ano, trouxemos uma empresa com experiência em rodadas de negócios, compradores certos como uma empresária de Porto Rico que tem uma distribuidora e já é compradora do calçado paraibano. Nossa expectativa é que faremos bons negócios no setor de calçados, componentes e máquinas”, revela Eduardo.

Para o empresário da Personal Sandálias, Aírton Figueiredo, o seminário foi uma ótima oportunidade para conhecer fornecedores, outros empresários e as tendências do setor. Ele disse que as expectativas de vendas nas rodadas de negócios que começam nesta quarta-feira são positivas e devem superar as realizadas nas duas edições anteriores, em Campina Grande.