Fale Conosco

17 de julho de 2013

Governo lembra Dia de Luta contra as Hepatites Virais com seminário para profissionais de saúde



O Dia Mundial de Luta contra as Hepatites Virais é comemorado em 28 de julho. Em alusão à data, a Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Gerência Executiva de Vigilância em Saúde e Gerência Operacional de DST/Aids e Hepatites Virais realiza um seminário nesta quinta-feira (18), no auditório do Centro Formador de Recursos Humanos (Cefor-PB), em João Pessoa.

O Seminário Estadual das Hepatites Virais tem como objetivo reunir profissionais da Vigilância Epidemiológica e da Atenção Básica de vários municípios para implementar as informações sobre o agravo, no que se refere a notificação, investigação e diagnóstico, através da solicitação e interpretação dos marcadores sorológicos. Também será debatida a ampliação da faixa etária da vacina, que passou para 49 anos.

De acordo com a gerente operacional de DST/Aids e Hepatites Virais da SES, Ivoneide Lucena, o evento será um momento importante de troca de experiências. “Será um momento de muita troca de informação e experiência, onde os trabalhadores de saúde discutirão o cuidado às pessoas com hepatites virais. Um momento também de divulgação do serviço que está sendo prestado para o usuário, como no Clementino Fraga, e para se discutir sobre o cuidado integral com as pessoas que vivem com Hepatite B e C no Estado”, disse.

Hepatites – Hepatite é uma inflamação no fígado, que pode ser causada por vários fatores, entre eles: medicamentos, doenças infecciosas, alcoolismo, hepatite autoimune e vírus. As hepatites virais podem ser transmitidas de duas formas: transmissão fecal-oral (vírus A e E), que tem seu mecanismo de transmissão ligado às condições de saneamento básico e higiene pessoal da água e dos alimentos, e transmissão parenteral, sexual e vertical (vírus B, C e D), que é realizada por diversos mecanismos, como compartilhamento de material contaminado, seja para uso de drogas (seringas, agulhas e canudos), seja para higiene pessoal (alicates de unha, barbeadores, escova de dente), ou para colocação de tatuagens e piercings, entre outros. Na Paraíba circula apenas os vírus A, B e C da doença.

De acordo com dados do Núcleo de DST/Aids e Hepatites Virais da SES, em 2012 foram notificados 2.950 casos suspeitos da doença em todo o Estado. Até junho de 2013 foram notificados 630 casos na Paraíba. Quanto ao número de casos confirmados como Hepatites Virais, no ano passado foram 161 como Hepatite A, 223 como Hepatite B, e 151 casos como Hepatite C. Em 2013 foram confirmados 102 casos de Hepatite A, 58 casos de Hepatite B e 36 casos de Hepatite C.

Programação do Seminário Estadual das Hepatites Virais

18/07 (quinta-feira)

9h: Abertura

9h30: Panorama das Hepatites Virais no Estado

10h: Vigilância das Hepatites Virais – Diagnóstico e Marcadores

11h: Ampliação de Atendimento dos usuários IPs no Cedmex

11h40: ONGs

13h30: Estudos de Casos (Hepatite A, B e C)

14h30: Apresentação dos casos

16h: Discussão

16h30: Encerramento

Para mais informações sobre a saúde do Estado, acesse:

facebook.com/SaudePB

twitter.com/sesgovpb

instagram.com/sesgovpb