João Pessoa
Feed de Notícias

Governo lança III Prêmio Criança.PB de Jornalismo

quinta-feira, 10 de outubro de 2013 - 15:30 - Fotos:  Secom-PB

O Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh), lança, nesta sexta-feira (11), dois regulamentos com as regras do III Prêmio Criança.PB de Jornalismo e do I Concurso de Boas Práticas – Em Defesa dos Direitos de Crianças e Adolescentes voltado para instituições. A premiação total será de R$ 34,3 mil. O evento de divulgação será um café da manhã para jornalistas, empresários de comunicação e ONGs no Restaurante Mangai.

O III Prêmio Criança.PB de Jornalismo, que este ano tem como tema “Enfrentando as Violações de Direitos de Crianças e Adolescentes”, vai premiar em dinheiro os 15 melhores trabalhos jornalísticos e os três melhores trabalhos desenvolvidos por estudantes universitários dos cursos de Comunicação Social.

Já o I Concurso de Boas Práticas – Em Defesa dos Direitos de Crianças e Adolescentes vai selecionar 10 experiências exitosas e premiar um finalista com R$ 5 mil e uma gravação de documentário sobre a instituição ganhadora. “A proteção à criança e ao adolescente é tarefa de toda a sociedade. O Governo do Estado tem realizado ações e envidado esforços no sentido de fazer avançar a política da criança e adolescente na Paraíba”, disse a secretária de Desenvolvimento Humano, Aparecida Ramos.

III Prêmio de Jornalismo – Nesta terceira edição, podem concorrer profissionais de cinco categorias, entre jornalismo impresso, radiojornalismo, jornalismo de internet, telejornalismo e fotojornalismo. Além disso, foi criada uma nova categoria para trabalhos de estudantes universitários do Curso de Comunicação Social. Ao todo, serão premiados os três melhores trabalhos das seis categorias.

Os primeiros lugares receberão R$ 3.000,00 e os segundos e terceiros lugares receberão R$ 1.500,00 e R$ 1.000,00, respectivamente. Já a Categoria Universitária premiará o primeiro lugar com R$ 1.000,00 e o segundo e terceiro lugar com R$ 500,00 e R$ 300,00, respectivamente.

As inscrições podem ser feitas na sede do Criança.PB, localizado na ONG Amazona – Associação de Prevenção à Aids, entre os dias 1º e 14 de novembro, preferencialmente pelo horário da manhã. A ONG Amazona está localizada na Rua João Amorim, 342, Centro, João Pessoa-PB.

Estão aptos a concorrer, trabalhos em português produzidos, veiculados ou publicados em emissoras de rádio, televisão, jornais e revistas de comunicação do Estado, no período de 1º de janeiro à 16 de novembro de 2013. Para estudantes universitários, estão aptos os trabalhos produzidos para disciplinas do curso de Comunicação Social ou outros veículos.

A participação dos concorrentes se dará mediante o preenchimento da ficha de inscrição disponível no site do Criança.PB (www.crianca.pb.gov.br). A ficha deve ser entregue acompanhada do(s) trabalho(s) concorrente(s), obedecendo aos requisitos nela solicitados. Cada profissional poderá inscrever até três trabalhos assinados.

Concurso de Boas Práticas – O objetivo do Concurso de Boas Práticas é fortalecer os atores-chaves no Sistema de Garantia de Direitos por meio da disseminação e reconhecimento de experiências exitosas em defesa da infância e adolescência como prioridade absoluta. Considera-se uma boa prática toda experiência que tenha sido efetiva na defesa de crianças e adolescentes e que possua características que, em parte ou em sua totalidade, podem ser replicadas em outros contextos e situações.

Podem participar qualquer instituição pública ou privada de âmbito estadual ou local, organizações não-governamentais ou outras organizações da sociedade civil, organizações de crianças ou jovens, centros de pesquisa, conselhos tutelares e conselhos municipais de direito.

Também podem concorrer fóruns de proteção de crianças e adolescentes, órgãos do judiciário, redes de proteção de crianças e adolescentes, fundações, empresas de comunicação, organismos internacionais com presença regional e agências de cooperação bilateral que tenham desenvolvido iniciativas dirigidas à proteção e defesa dos direitos da infância e adolescência.

Para participar, os interessados deverão realizar sua inscrição entre os dias 11 de outubro e 18 de novembro, no site www.crianca.pb.gov.br, fazer o download, preencher o formulário de inscrição e enviar para o e-mail criancapb@gmail.com. Não haverá cobrança da taxa de inscrição. Cada participante poderá concorrer com até três experiências.

Os projetos finalistas serão publicados no site www.crianca.pb.gov.br, reconhecidos pela Sedh como uma boa prática na defesa da infância e adolescência como prioridade absoluta e utilizados como materiais de difusão e gestão de conhecimento. Ao 1º colocado será destinado o prêmio de R$ 5.000,00 e a gravação de documentário sobre experiência exitosa.

Criança.PB – Tem como proposta defender os direitos de crianças e adolescentes através do fortalecimento da interação entre a imprensa local, órgãos oficiais, operadores de direitos e sociedade civil. Para isso, as ações buscam que o indivíduo saia do senso comum e analise o tema a fundo, para que a cidadania de crianças e adolescentes não seja garantida apenas nos papéis.

O Criança.PB é coordenado pela Sedh e pretende, através de reportagens, artigos, entrevistas, sugestões de pauta, seminários e oficinas, gerar um espaço de discussão capaz de provocar reflexões e transformações, dando visibilidade aos direitos previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que neste ano completou 23 anos de criação.