João Pessoa
Feed de Notícias

Governo lança Ecoprodutivo em Picuí e beneficia 156 famílias

quinta-feira, 28 de julho de 2016 - 16:47 - Fotos: 

O Governo do Estado, por meio da Gestão Unificada Emepa/Interpa/Emater, vinculada à Secretaria do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap), lançou, nessa quarta-feira (27), o sexto Projeto Ecoprodutivo no município de Picuí. Tão logo lançado, foi legitimado pela Associação dos Agricultores Familiares do Ecoprodutivo da Comunidade do Mato Grosso, quando sua diretoria apresentou o Plano de Ação, o qual foi aprovado por todos os presentes.

Além da logística necessária, a Prefeitura de Picuí cedeu o local onde funcionará a sede da Associação, que ganhou da Gestão Unificada uma biblioteca digital, um cinema rural e um cantinho do saber, com acervo de livros. As ações beneficiarão 156 famílias ali residentes.

O Projeto Ecoprodutivo visa consolidar a sustentabilidade de comunidades rurais, com a efetiva participação das famílias agricultoras, tendo o acompanhamento e assistência técnica.

Na ocasião, o presidente da Gestão Unificada, Nivaldo Magalhães, destacou o esforço e a participação de todos na execução do projeto que já se encontra em execução nos municípios de Areia, Remígio, Várzea, Bonito de Santa Fé, Salgado de São Felix e agora em Picuí. Ficou definido que será instalada pela Emater uma feira do produtor para garantir a comercialização de produtos agrícolas das comunidades, evitando a presença de atravessadores. E ainda será feito o Cadastro Ambiental Rural das famílias ali residentes, entre outras ações.

Uma reunião ficou acertada para o dia 19 de agosto, quando será definido um cronograma de execução das ações solicitadas, como a recuperação ambiental e desassoreamento de seis lagoas existentes no local, visando o armazenamento de água. Também está sendo solicitado o reflorestamento com fruteiras, principalmente caju, já que na região esta é uma de suas principais vocações.

Durante o lançamento estiveram presentes o deputado Buba Germano, que falou da importância deste projeto para o desenvolvimento da comunidade; e o chefe de gabinete da Sedap, João Ágrima; e ainda o diretor técnico da Emater, Vlaminck Paiva Saraiva, o coordenador regional em Picuí, Fernando Guedes, e extensionistas rurais. “O objetivo do Ecoprodutivo é buscar a sustentabilidade das áreas produtivas em assentamentos e comunidades quilombolas, contribuindo para o fortalecimento socioeconômico e ambiental das unidades familiares”, comentou Nivaldo.

Como nos demais já instalados, o projeto contribuirá para o desenvolvimento econômico e social da região, dando ênfase ao fortalecimento do agronegócio, a preservação de nascentes, matas ciliares e formação de agentes multiplicadores dessas ações. Visa também respeitar a capacidade de suporte de certo sistema ou bioma, sem a utilização de agroquímicos, e está intimamente ligado ao conhecimento tradicional e comunitário das famílias agricultoras.

O projeto foi construído com a participação efetiva das famílias beneficiadas, por meio da aplicação do Diagnóstico Rural Participativo (DRP), ocasião em que as famílias agricultoras relatavam a realidade apresentando os problemas e potencialidades existentes, identificando as possíveis soluções e a busca de parceiros externos.

Integrantes das comunidades beneficiárias poderão participar de cursos sobre educação ambiental, resíduos sólidos e coleta seletiva, segurança alimentar, processamento de frutas, associativismo, manejo sobre criação de caprinos e ovinos. Também serão estimulados a trabalhar com apicultura, suínos, avicultura, piscicultura e bovinos e melhoramento de estradas vicinais