João Pessoa
Feed de Notícias

Governo lança diretrizes operacionais para funcionamento das escolas da rede estadual de ensino

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011 - 21:09 - Fotos: 

A Gerência Executiva de Acompanhamento a Gestão Escolar (Geage) da Secretaria de Estado da Educação (SEE) entregou aos 14 gerentes regionais de Educação a cartilha com as diretrizes operacionais para o funcionamento das escolas da rede estadual de ensino em 2012. As normas foram repassadas aos gerentes durante reunião realizada na Sala de Leitura da sede da SEE nessa quarta-feira (21).

Além da secretária executiva da Educação, Márcia Lucena, participaram da reunião gerentes regionais, gerentes executivos e técnicos das regionais. Márcia Lucena fez a leitura das normas para o funcionamento das escolas no próximo ano, explicando cada ponto aos gerentes e esclarecendo as dúvidas. O secretário da Educação, Afonso Scocuglia, fez o encerramento do encontro.

“Neste documento constam as instruções complementares, fundamentais para que o gestor venha em 2012 fazer um trabalho de qualidade em suas escolas, e os calendários do ano letivo, que contemplam níveis, etapas e modalidades de ensino”, explicou a gerente da Geage, Antonieta Nóbrega.

Conforme as diretrizes, as matrículas para os alunos da rede estadual que iniciaram em 1º de dezembro deste ano continuam até o dia 30. Já os novatos podem matricular-se no período de 2 a 31 de janeiro de 2012, podendo continuar durante o ano letivo, caso o educando venha transferido de outra instituição. As Gerências Regionais deverão organizar postos de informações sobre as vagas de cada escola e utilizar as estratégias de divulgação, em conjunto com os diretores das escolas, a título de chamada escolar, como campanhas, visitas às famílias, cartazes, anúncios nos meios de comunicação, entre outras.

Nos dias 1º, 2 e 3 de fevereiro, a escola deverá realizar o planejamento coletivo, envolvendo os profissionais dos turnos diurno e noturno. Na oportunidade, deverão ser analisados os índices de desempenho dos educandos, tais como aprovação, reprovação, evasão e abandono. Os dias 6 e 7 do mesmo mês serão destinados ao planejamento didático, tomando por base as análises, discussões e propostas de ações definidas nos três primeiros dias.

O ano letivo será iniciado na rede estadual no dia 13 de fevereiro para os cursos diurnos e no dia 8 de fevereiro para os noturnos, datas nomeadas como “Dia da Acolhida”. A SEE recomenda para este dia, que a escola convide a comunidade com o objetivo de acolher os educandos e compartilhar as atividades educativas que foram planejadas para o ano letivo.

O calendário escolar terá 204 dias letivos para o turno diurno e 212 para o noturno, divididos em quatro bimestres. A escola deverá cumprir um mínimo de 200 dias letivos, excluindo o tempo reservado aos exames finais, quando houver.