João Pessoa
Feed de Notícias

Governo já distribuiu mil toneladas de ração para salvar animais

segunda-feira, 13 de agosto de 2012 - 12:47 - Fotos:  Kleide Teixeira/Secom-PB

O Governo do Estado vai abrir nesta semana  mais quatro pólos de distribuição gratuita de forragem de sorgo e milho para os rebanhos de produtores rurais dos 195 municípios atingidos pela estiagem. Os pontos de entrega da ração animal passarão de dez para catorze cidades.

Os quatro novos postos de entrega da forragem de sorgo e trigo serão instalados em Pombal, Juazeirinho, Água Branca e Piancó, informou o secretário da Infraestrutura e presidente do Comitê Integrado de Enfrentamento à Estiagem, Efraim Morais.

A Defesa Civil Estadual coordena a distribuição e nas duas primeiras semanas foram entregues mais de um milhão de quilos de forragem de sorgo e milho, o equivalente a mil toneladas. A ração já chegou a 150 municípios em situação de emergência.

O secretário Efraim Morais acrescenta que a ação tem a participação de diversos órgãos do governo estadual, incluindo a Secretaria do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap) e Emater. A parceria também é feita com as prefeituras que estão apoiando na logística.

Com esse trabalho, o Governo se empenha no atendimento aos pequenos e médios produtores rurais para que seus rebanhos sejam salvos nesse período de estiagem.

O programa de distribuição gratuita da ração animal foi lançado no dia 31 de julho, na cidade de Sousa, pelo governador Ricardo Coutinho. No total, serão distribuídas 19 mil toneladas de ração. Executada em parceria com o governo federal, essa é uma das ações do Comitê Integrado de Enfrentamento à Estiagem. O critério exigido pelo governo para entregar o sorgo ao criador é que os animais estejam vacinados contra febre aftosa.

O programa de distribuição de sorgo é inédito no Nordeste o que tem levado secretários de outros Estados procurarem informações sobre o seu funcionamento. A ração animal é produzida em terras do Perímetro Irrigado das Várzeas de Sousa,onde estão sendo utilizados 800 hectares para o plantio do sorgo que é colhido e triturado a cada três meses.

Locais de distribuição já em funcionamento:

01 – Picuí  (Parque de Vaquejada)

02 – Monteiro  (Parque de Exposição)

03 – Santa Luzia  (prédio da antiga forroteria na entrada da cidade)

04 – Patos  (estação de tratamento da Cagepa)

05 – Serra Branca  (prédio da Emater)

06 – Cajazeiras  (Emater)

07 – Sousa  (galpão do Polo Atacadista de Sousa)

08 – Catolé do Rocha (antiga Usina de Beneficiamento de Algodão)

09 – Princesa Isabel  (Espaço Nordeste)

10 – Itaporanga (DER)