João Pessoa
Feed de Notícias

Governo investe R$ 1,1 milhão em equipamento para atender o Cariri

quarta-feira, 14 de abril de 2010 - 10:54 - Fotos: 

A Secretaria do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap), numa parceria entre o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), concluiu o Abatedouro Frigorífico de Caprinos e Ovinos no município de Monteiro, que será administrado pelo Consórcio Intermunicipal de Atividades Agropecuárias do Cariri (Ciagro). Os recursos investidos foram de R$ 1 milhão e 101 mil.

O equipamento tem capacidade para abater 120 animais por dia e vai explorar o segmento de cortes especiais destinados a mercados consumidores seletos de centros urbanos.
 
O secretário do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, Ruy Bezerra Cavalcanti Junior, já enviou correspondência aos sete municípios que compõem o Consórcio Intermunicipal, para que eles formatem um modelo de gestão e fornecimento de dados para elaboração de termo de cessão de uso do frigorífico.

Segundo o secretário, os municípios, que fazem parte do consórcio, até o momento não informaram a Sedap quem deverá gerenciar o frigorífico. “O Governo do Estado, preocupado com o modelo de gestão do abatedouro, já assegurou que, ainda esta semana, todos os setes municípios serão novamente notificados através de ofício para repassar os dados e a indicação do responsável para o gerenciamento do equipamento”, afirmou.

Os municípios que fazem parte do Consórcio intermunicipal são: Monteiro, Prata, Camalaú, São João do Tigre, Zabelê, São Sebastião do Umbuzeiro e Livramento.
 
Ruy Bezerra informou que, no Plano de Trabalho, consta que depois de concluído o frigorífico, o Governo do Estado deve entregá-lo para o consórcio intermunicipal. “A Sedap participa junto com MDA, Sebrae, Banco do Brasil, entre outras entidades, de um grupo de trabalho que está formatando um modelo de gestão do abatedouro para ser apreciado pelo consórcio intermunicipal”, lembrou.
   
O frigorífico da cidade de Monteiro, além de já dispor de todos os equipamentos necessários para o funcionamento, atende as exigências para receber a autorização do Serviço de Inspeção Federal (SIF) do Ministério da Agricultura. Isso irá facilitar ainda mais a comercialização do produto para os estados vizinhos. Para que o frigorífico entre em funcionamento falta apenas definir os modelos de gestão e de custos.

Fábia Carolino, da Assessoria de Imprensa da Sedap