Fale Conosco

30 de abril de 2014

Governo estadual investe mais de R$ 7 milhões em projetos que beneficiam famílias de Itabaiana e Solânea



O Governo do Estado investiu, por meio do Projeto Cooperar, mais de R$ 7,6 milhões no apoio a 78 projetos que beneficiam cerca de 16 mil pessoas das regiões de Itabaiana e Solânea, onde acontecem na sexta-feira (2) e sábado (3), respectivamente, mais duas audiências públicas do Orçamento Democrático Estadual (ODE).

Durante as audiências, o Governo do Estado entrega alguns projetos financiados pelo Cooperar. No município de Belém, às 10h30 será inaugurado o Centro Social da Produção Familiar, no Distrito Rua Nova, beneficiando 255 famílias. No equipamento foram investidos R$ 193,8 mil. Inicialmente o Centro Social está oferecendo curso de informática mas outras capacitações serão ofertadas.

Haverá, à tarde, a entrega de uma usina de beneficiamento de caju para 84 famílias de agricultores familiares do município de Dona Inês. Nesse projeto de desenvolvimento sustentável foram investidos R$ 94,5 mil. O Cooperar também investiu R$ 115,6 mil no apoio à piscicultura no assentamento Tanques, em Dona Inês.

Em Campo de Santana (Tacima), será inaugurada uma Unidade de Extração de Mel. Nesse projeto foram aplicados R$ 101,6 mil em benefício de 19 famílias do assentamento Vazante.

Dentre os 78 projetos com apoio do Governo do Estado, por meio do Cooperar, constam ainda ações nas áreas de apicultura, piscicultura, beneficiamento de leite, kit de mecanização agrícola, cisternas de tela de alambrado, avicultura, floricultura, passagem molhada, complexo sanitário domiciliar, abastecimento de água singelo, abastecimento de água completo, reciclagem de resíduos sólidos, e apoio à mini indústria de produtos alimentícios.

Na cidade de Itabaiana, onde ocorrerá a audiência pública do ODE na sexta-feira (2), o Cooperar investiu cerca de R$ 500 mil no apoio a 10 sub-projetos que beneficiam mais de 200 famílias. Em Solânea, sede da audiência pública do sábado (3), o Cooperar destinou R$ 160 mil para quatro sub-projetos que envolvem 57 famílias.