João Pessoa
Feed de Notícias

Governo investe em obras de construção e reforma de escolas

quinta-feira, 30 de junho de 2011 - 17:19 - Fotos: 

Obras na Escola Estadual Maria do Carmo de Miranda.Foto: João Francisco/Secom-PB

Cerca de R$ 27.300 milhões estão sendo investidos pelo Governo do Estado em obras nas escolas em todas as regiões da Paraíba. O trabalho está sendo executado em 91 unidades de ensino pela Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado (Suplan), no âmbito da Secretaria da Educação. Além da Suplan, que efetua obras orçadas acima de R$ 150 mil, estão sendo executadas mais de 100 reformas e recuperações pela sub-gerência de Serviços de Acompanhamento e Manutenção de Obras (Sgmob/SEE), que trabalha com valores menores.

Estão sendo executadas obras de construção, reforma e ampliação de escolas e construção de ginásios de esporte, tanto em parceria com o Governo Federal, como é o caso de 19 construções com recursos do Plano de Ações Articuladas (PAR), tanto com recursos do tesouro do Estado.

Algumas obras são destaques, como é o caso da reforma da Escola Estadual Elpídio de Almeida (o Estadual da Prata), em Campina Grande, no valor de R$ 1.552.440, a reforma e ampliação da Escola Estadual Antonio Batista Santiago, em Itabaiana, contratada por R$ 904.294 e a construção de um ginásio de esportes no Bairro Jatobá, em Patos, onde vão ser investidos R$ 1.380.099. Outra obra em destaque é a reforma e ampliação da Escola Agrícola Assis Chateaubriand, na cidade de Lagoa Seca, onde serão investidos recursos na ordem de R$ 889.309.

Escola Estadual Epitácio Pessoa. Foto: João Francisco/Secom-PB

Todas essas obras estão em andamento com previsão para conclusão no ano de 2011. Das 91 obras executadas pela Suplan, 28 foram iniciadas na atual administração. As demais foram iniciadas na gestão anterior, mas estão com o andamento normal. Segundo a secretária executiva de Estado da Educação, Márcia Lucena, foi feito um levantamento nas 12 gerências regionais de Educação pelo Projeto Caminhos da Gestão Participativa no sentido de diagnosticar as necessidades mais urgentes na parte de infraestutura das escolas, onde foram detectados problemas emergenciais em 376 estabelecimentos.

Feito esse trabalho, de acordo com Márcia Lucena, a próxima ação é agilizar o processo de reforma, ampliação e restauração dessas escolas, visando o bom funcionamento, oferecendo comodidade a alunos, professores e funcionários, no sentido de cuidar da melhoria da Educação na Paraíba.