Fale Conosco

15 de julho de 2013

Governo intensifica trabalho com os municípios no combate à dengue



No período de 1º de janeiro a 6 de julho de 2013, foram notificados 8.681 casos suspeitos de dengue na Paraíba, sendo que 2.833 confirmados para dengue clássica e 982 descartados. Isso significa um aumento de 4,8% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram registradas 8.284 notificações. A gerente executiva de Vigilância em Saúde, da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Talita Tavares, destacou que o Estado vem desenvolvendo várias atividades junto aos municípios com o objetivo de aprimorar as respostas às epidemias de dengue no período sazonal da doença.

Destacamos a disponibilização dos insumos estratégicos; capacitações em manejo clínico com classificação de risco; campanhas de informação para a população; assessoria técnica e reuniões por regionais de saúde com as equipes técnicas e gestoras dos municípios”, informou Talita, adiantando que, pensando já no cenário para 2014, a SES, junto com as áreas técnicas e os municípios, estará neste mês de julho trabalhando com os indicadores para iniciar análise e revisão dos Planos de Contingência para o próximo ano.

De acordo com o boletim epidemiológico da dengue, até o período avaliado, foram notificados 74 casos graves da doença. Destes, 12 com febre hemorrágica; três com síndrome do choque da dengue e 59 casos de dengue com complicações.

O maior número de casos notificados ocorreu nos municípios de João Pessoa (16 casos); Campina Grande (cinco casos); São João do Cariri (três casos); Santana de Mangueira; Remígio; Itaporanga; Santa Rita e Uiraúna, cada município com dois casos.

O quantitativo de óbitos se mantém estável em relação ao ano passado, ou seja, sete casos. Em 2013, os municípios foram: Campina Grande com dois; Arara; Conde; João Pessoa; Pitimbu e Salgado de São Félix, cada município com um caso.