João Pessoa
Feed de Notícias

Governo intensifica ações de convivência com a seca em Santa Cecília

segunda-feira, 8 de abril de 2013 - 17:12 - Fotos: 

Mobilizações, orientações técnicas, cadastros para os agricultores comprarem ração mais barato, elaboração de projetos de crédito rural, dias de campo, distribuição de mudas forrageiras adaptadas à região, distribuição de raquetes de palma resistente à cochonilha do carmim, palestras sobre conservação de forragem, visitas de intercâmbio, apoio à organização social, orientações quanto à construção de reservatórios para armazenamento de água. Estas são algumas, dentre as mais variadas estratégias adotadas pelo Governo do Estado, por meio da Emater Paraíba, para ajudar as famílias agricultoras na convivência com a seca que atinge a maioria dos municípios paraibanos.

Na tentativa de buscar soluções para minimizar os efeitos da estiagem, a maior dos últimos 50 anos, o escritório local da Emater de Santa Cecília, pertencente à coordenadoria regional de Campina Grande, está orientando os agricultores familiares a conviverem com a seca. Para tanto, os extensionistas locais estão promovendo nas principais comunidades rurais uma série de palestras para orientá-los quanto à conservação de forragem para garantir alimento para o gado.  A primeira palestra aconteceu na sexta-feira (5), na localidade Maniçoba, e contou com a participação de dezenas de agricultores e da instrutora do Senar Paraíba, a zootecnista Sara Rufino.

Dentre os temas debatidos durante a palestra destacaram-se a importância da conservação de forragens; orientações técnicas para construção de silo; as principais forrageiras indicadas para a confecção da ensilagem na região; dimensões e capacidade forrageira da ensilagem; fenação; plantas que podem ser usadas para feno; a cultura da palma forrageira; forrageiras adaptadas à região semiárida.

De acordo com o presidente da Emater, Geovanni Medeiros, o cronograma de palestras sobre conservação de forragens segue até dezembro de 2013 e vai atender todas as comunidades do município, e praticamente todos os agricultores familiares envolvidos com a bovinocultura. “A recomendação do Governo do Estado é que a Secretaria do Desenvolvimento da Agropecuária e Pesca (Sedap) junto com suas vinculadas (Emater, Interpa, Emepa e Empasa) utilize todos os meios e ações possíveis de ajuda aos agricultores paraibanos nesse momento de estiagem prolongada”, enfatizou.