Fale Conosco

20 de agosto de 2013

Governo inscreve escolas da rede estadual para o Programa Ensino Médio Inovador



A Secretaria de Estado da Educação (SEE), por meio da Gerência Executiva de Ensino Médio e Educação Profissional, está inscrevendo para as novas escolas do Ensino Médio que queiram aderir ao Programa Ensino Médio Inovador (Proemi). O período de inscrições vai até o dia 20 de setembro, por meio do “Termo de Adesão”, disponível no quadro de serviços do site da SEE, no endereço: www.paraiba.pb.gov.br/educacao.

A inscrição deverá ser feita pelo diretor da escola após consulta à comunidade escolar: alunos, professores, funcionários e pais de alunos da unidade de ensino. “O gestor deverá imprimir o formulário e, após o preenchimento, anexar a ata do Conselho Escolar, com o resultado da consulta e entregar na Gerência Regional de Educação (GRE), onde a escola é vinculada”, explicou a gerente do Ensino Médio e Educação Profissional, Ana Célia Lisboa.

De acordo com ela, o critério para adesão à ata é, além da consulta, que a escola seja exclusivamente de Ensino Médio, tenha laboratório de Informática e Biblioteca. Conforme o cronograma, a Secretaria da Educação fará análise dos termos de adesões encaminhados e seleção das unidades de ensino de 23 de setembro a 4 de outubro. O próximo passo será as visitas às escolas selecionadas, no período de 7 de outubro a 8 de novembro e em dezembro reunião com os respectivos gestores.

A rede estadual conta com 48 escolas funcionando com o Proemi, benficiando a 26.876 alunos em 13 Gerências Regionais de Educação (GREs). Eles ficam na escola no período integral, ou seja, das 7h às 16h30, e têm direito a lanches e almoço. Pela manhã, os alunos assistem a aulas do currículo regular e à tarde realizam atividades dentro de oito macrocampos.

Proemi - O Programa Ensino Médio Inovador é uma iniciativa do Ministério da Educação (MEC) e da Secretaria de Educação Básica. Foi instituído pela Portaria nº 971, de 9 de outubro de 2009, e integra as ações do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), como estratégia do Governo Federal para induzir a reestruturação dos currículos do Ensino Médio. Os projetos de reestruturação curricular possibilitam o desenvolvimento de atividades integradoras que articulam as dimensões do trabalho, da ciência, da cultura e da tecnologia, contemplando as diversas áreas do conhecimento a partir de oito macrocampos.