João Pessoa
Feed de Notícias

Reforma da biblioteca do Espaço Cultural começa em junho

terça-feira, 7 de maio de 2013 - 11:45 - Fotos:  Roberto Guedes/Secom-PB

A partir do dia 2 de junho, a Biblioteca Juarez da Gama Batista será fechada ao público para dar início às obras de reforma da unidade instalada nas dependências do Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa. De acordo com a presidente da Fundação Espaço Cultural (Funesc), Lu Maia, assim como outros setores, a biblioteca será colocada à disposição do consórcio formado pelas construtoras Contérmica, Compecc e Ágape, responsáveis pelo trabalho de recuperação do prédio. O Planetário também interrompeu as atividades. O funcionamento só será retomado após o término das obras.

A presidente da Funesc lembra que o Espaço Cultural passa por reformas estruturais. No caso específico da biblioteca, receberá isolamento acústico adequado, peças em granito, nova pintura, recuperação de piso e teto, instalações elétricas, sistema de ar-condicionado e nova iluminação.

Com a ordem de serviço assinada em janeiro, o Governo do Estado iniciou em fevereiro a primeira etapa da reforma do prédio do Espaço Cultural José Lins do Rego.  As obras orçadas em aproximadamente R$ 20 milhões tiveram início pelos seis auditórios localizados no mezanino 1. Carpetes, portas e estruturas de revestimento foram arrancados para receber as melhorias. O mezanino onde estão os auditórios já foi interditado para garantir a segurança de funcionários e usuários do Espaço Cultural. Outro local que já foi desmontado é a sala de dança. Interditado desde 2011, o ambiente não oferecia condições mínimas de uso e também será completamente renovado.

As principais salas de espetáculos, o Teatro Paulo Pontes e o Cine Banguê, também entraram nesta primeira etapa de obras. Aproximadamente 50 trabalhadores estão envolvidos nessa fase. De acordo com o engenheiro Alex Oliveira, a expectativa é que, nos próximos meses, mais homens sejam empregados para agilizar a reforma.

Durante este ano é importante que os frequentadores fiquem sempre atentos quanto ao funcionamento do Espaço Cultural, pois poderão ocorrer alterações de acordo com as necessidades dos serviços. A direção da Funesc vinha mantendo, até o último mês, parte de suas atividades para evitar o fechamento total do prédio. É preciso que todas as pessoas respeitem, rigorosamente, as interdições que já foram feitas e as que estão por vir, e não ultrapassem as áreas isoladas para garantir a segurança de todos.