João Pessoa
Feed de Notícias

Governo inicia pagamento de bolsa para atletas paraibanos

quarta-feira, 27 de março de 2013 - 18:41 - Fotos:  José Marques / Secom-PB

O governador Ricardo Coutinho assinou contratos com atletas e paratletas contemplados pelo programa Bolsa Atleta, durante solenidade realizada na manhã desta quarta-feira (27), no Palácio da Redenção.  No início da próxima semana, os atletas vão receber a primeira parcela do benefício, que varia de um salário mínimo a R$ 1.500,00. O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), está investindo, com recursos próprios, R$ 1,3 milhão no programa.

Na solenidade, o governador Ricardo Coutinho e o secretário da Juventude, Esporte e Lazer do Estado, Tibério Limeira, assinaram os convênios com o jogador de vôlei de praia olímpico Renato Borges,  com o jogador de goal ball, Rômulo Piere dos Santos, e Tatiana Moreira Lira, que representaram os 146 atletas beneficiados.  O presidente da Associação Paraibana de Taekwondo, Marcelo Guimarães, e a jogadora da seleção brasileira  de handebol de areia, Milena Alencar, campeã mundial da categoria em 2012, representaram as federações esportivas e os atletas paraibanos.

O governador Ricardo Coutinho afirmou que o Estado está retomando de forma efetiva um programa importante para que os atletas possam se preparar melhor para as competições e, ao mesmo tempo, formar e estimular vários outros esportistas. Ele comentou que essa não é uma ação isolada, já que o Estado investe cerca de R$ 55 milhões na reforma e ampliação das praças de esporte paraibanas. “Somente no antigo Dede estamos investindo quase R$ 17 milhões para torná-lo um dos maiores centros de treinamento do Nordeste”, observou.

Ricardo informou que as bolsas terão valores de um salário mínimo a R$ 1.500,00, e ressaltou que “a reativação deste programa era uma dívida que tinha comigo mesmo e com os atletas porque é algo fundamental. Mas até conseguirmos isso tivemos que passar por um processo de equilíbrio financeiro muito forte para poder investir em obras como escolas, hospitais, praças esportivas e ativação dos programas”, completou.

O secretário de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), Tibério Limeira, explicou que, com o pagamento do Bolsa Atleta, o Governo do Estado mostra que está comprometido com o esporte na Paraíba. “O sonho de vários atletas e paratletas está sendo concretizado com o pagamento do Bolsa Atleta e assinatura dos seus devidos contratos pelo governador Ricardo Coutinho. Hoje é um dia marcante para o esporte, já que o programa foi retomado pelo Governo do Estado e agora concretizado”, disse.

Tibério informou que já na próxima semana os valores das bolsas serão depositados na conta dos 146 atletas. “Certamente vai significar um suporte financeiro forte para suas atividades, locomoção, melhoria na alimentação e todos os gastos inerentes a uma boa preparação e para que cheguem bem as competições”, comentou.

Programa determinante – A jogadora de handebol  de areia, Milena Alencar, é uma das beneficiadas com uma bolsa de R$ 1.500,00 (rendimento internacional) destinada aos que tenham integrado a delegação brasileira nos últimos jogos olímpicos e paralímpicos. Ela disse que, diante das dificuldades do atleta em obter patrocínios, programas como o Bolsa Atleta são determinantes porque na realidade para treinar e competir é preciso muitas vezes tirar dinheiro do próprio bolso ou da família. “Sem a bolsa estava difícil de continuar treinando e muitos esportistas ficaram pelo caminho. Agora será melhor para a nossa preparação e espero trazer mais títulos para a Paraíba”, comemorou.

José Wiliams Veras, da modalidade de salto em distância paralímpico, informou que o projeto é importante para a preparação dos competidores para que a Paraíba seja reconhecida nacionalmente nos esportes olímpicos e paralímpicos. “Agradeço ao Governo do Estado em nome dos atletas por investir nessa iniciativa que possibilitará que a gente cresça no esporte e a Paraíba tenha o reconhecimento que merece no mundo esportivo”, afirmou.

Para o presidente da Associação Paraibana de Taekwondo, Marcelo Guimarães, somente quem pratica esporte em competições, seja amador ou profissional, sabe a relevância do Bolsa Atleta. “É difícil para os pais manterem o filho treinando, comprar equipamentos, pagar passagens para competições fora do Estado. Parabéns ao governador e ao secretário de Esporte por reativar esse programa porque quem ganha com isso é o nosso esporte”, completou.

De acordo com a Lei 8481/2008, existem quatro tipos de bolsas para beneficiar os atletas e paratletas:

 

  • Rendimento internacional: destinada aos que tenham integrado a delegação brasileira nos últimos jogos olímpicos e paralímpicos

 

  • Rendimento nacional: para quem conquistou na competição máxima da temporada nacional, no ano anterior ao pleito, o primeiro, segundo ou terceiro lugar ou esteja em primeira, segunda ou terceira colocação no ranking nacional de sua modalidade

 

  • Institucional categoria talento esportivo: para os que tenham no máximo 23 anos no momento da assinatura do contrato

 

  • Bolsa estudantil:  para os estudantes que tenham conquistado o primeiro, segundo ou terceiro lugar na primeira divisão das Olimpíadas Escolares Brasileiras no ano anterior.