João Pessoa
Feed de Notícias

Governo inicia Jogos das Reeducandas do Presídio Júlia Maranhão

quarta-feira, 26 de março de 2014 - 16:26 - Fotos: 

O Governo do Estado realizou, na manhã desta quarta-feira (26), a abertura dos Jogos das Reeducandas, na Penitenciária Feminina Maria Júlia Maranhão. O evento é uma parceria entre as Secretarias de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), da Mulher e Diversidade Humana e da Administração Penitenciária (Seap). A solenidade de abertura contou com a presença dos secretários das pastas, auxiliares e equipe técnica.

Cerca de 100 reeducandas participam dos Jogos. A prática de esportes e atividades recreativas terá duração de três dias, e serão alusivas às comemorações do Mês da Mulher. Serão disputadas as seguintes modalidades: cabo de guerra, futebol, voleibol, corrida de saco, atletismo e atividades recreativas. As competições acontecerão na área interna do presídio.

O secretário da Juventude, Esporte e Lazer, Tibério Limeira, ressaltou a importância do evento: “Para nós que promovemos o esporte, esse é um evento muito importante e mostra que o Governo do Estado está olhando diretamente para todos os segmentos da sociedade, realizando práticas esportivas e socioeducativas para as reeducandas de João Pessoa.”

Já Wallber Virgolino, secretário da Administração Penitenciária, comentou a respeito da integração das secretarias. “Mais uma ação positiva do Governo do Estado, essa integração entre essas três secretarias. Todas estão de parabéns. Também queremos parabenizar a sociedade paraibana e principalmente essas mulheres, que um dia cometeram um erro, mas não perderam a sua dignidade. Esse evento vem para integrar as reeducandas ente si e também entre as agentes penitenciárias e a sociedade como um todo, mostrando que quando se quer se faz. Ações positivas como essa entram para História da Paraíba, pois nunca houve uma ação como essa dentro de uma unidade prisional, demonstrando ao Brasil que este Estado se encontra num nível bastante avançado no campo da ressocialização e da disciplina”.

Essa ação vem valorizar e incentivar as reeducandas daqui a se ressocializarem. O esporte une as pessoas e esse evento vem mostrar para essas mulheres que elas estão vivas e são seres humanos, cometeram um crime e estão pagando por isso, mas quando voltarem à sociedade deverão ter os mesmos direitos como todas as mulheres”, disse Verônica Ismael, representante da Secretaria da Mulher e Diversidade Humana.

 A diretora do Presídio Feminino, Cynthia Almeida, disse que esse evento vem coroar uma série de ações que já são feitas na Unidade Prisional. “Nós recebemos com muita alegria essas ações em parceria da Seap com a Sejel e a Secretaria da Mulher e Diversidade Humana, é algo muito produtivo e apreciado pelas reeducandas, a adesão foi em massa e nós esperamos que projetos como esse se multipliquem pelo Estado e se repitam nos próximos anos”, comentou.