João Pessoa
Feed de Notícias

Governo inicia formação inicial de educadores do Brasil Alfabetizado

segunda-feira, 4 de abril de 2011 - 15:35 - Fotos: 
Aproximadamente 3.600 alfabetizadores e 375 professores coordenadores das turmas de alfabetização do Programa Brasil Alfabetizado 2010 participam a partir desta segunda-feira (4) da formação inicial.

O encontro foi aberto na Escola de Serviço Público do Estado da Paraíba (Espep), em João Pessoa e acontece, simultaneamente nos pólos Alagoa Grande, Sapé e Sousa, durante cinco semanas, com término previsto para o dia 13 de maio.

A formação é realizada pela Secretaria da Educação por meio da Gerência Executiva de Educação de Jovens e Adultos, com a carga horária 40 horas, para os cursistas dos 223 municípios. O início das aulas será no dia 16 de maio. Serão atendidas 35 mil pessoas com 15 anos e mais que ainda não sabem ler e escrever, em turmas de alfabetização, que funcionarão nos mais diferentes espaços, a saber: associações, igrejas, garagens, canteiros de obras, assentamentos, casas dos alfabetizadores, escolas, dentre outros.

Os professores coordenadores, cuja função é acompanhar e monitorar o funcionamento dessas turmas, bem como prestar assessoramento pedagógico aos(às) alfabetizadore(a)s, participará, também, de uma formação continuada, a qual acontecerá,  uma vez por mês, aos sábados, com carga horária diária de oito horas, durante os oito meses de execução do Programa, ou seja,  de maio a dezembro de 2011.

Com essa ação, o Governo do Estado, por meio da SEE, em parceria com os Governos Municipais, ONGs, Projetos como o Sal da Terra e Zé Peão, a Releja, a Secretaria de Cidadania e Administração Penitenciária, a Secretaria de Saúde, a Espep, o Ministério da Pesca, o Detran, o Sistema S, entre outros, espera contribuir para a redução efetiva da taxa de analfabetismo na Paraíba, dando oportunidade a todas as pessoas que nunca frequentaram uma sala de aula, ou que, por diversos fatores, abandonaram seus estudos, de terem acesso e darem continuidade a seu processo de escolarização; garantindo-lhes, dessa forma, exercer plenamente seus direitos de cidadania.