João Pessoa
Feed de Notícias

Governo inicia discussão com municípios paraibanos sobre combate e prevenção da dengue

terça-feira, 24 de setembro de 2013 - 15:53 - Fotos:  Ricardo Puppe

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) iniciou na manhã desta terça-feira (24) uma série de capacitações com os municípios paraibanos para discutir as ações de caráter preventivo e educativo, como também a assistência hospitalar e controle vetorial da dengue, que deverão fazer parte no Plano de Contingência da doença para 2014. O evento foi aberto pela gerente executiva de Vigilância em Saúde da SES, Talita Tavares, no Centro Formador de Recursos Humanos (Cefor-RH), com a participação de 35 municípios.

Durante a abertura, ela fez uma avaliação da situação epidemiológica da doença em todo do Estado e mostrou as ações que o Governo do Estado fez e vem fazendo para controlar a doença. “Sempre procuramos trabalhar em parceria com os municípios, pois acreditamos que quando há união de forças em prol de um objetivo comum os resultados são os melhores possíveis”, destacou Talita.

Ela explicou que esses municípios que estão participando dessa capacitação nesta terça-feira já possuem os seus planos e o que está sendo feito agora é uma atualização do documento. Durante as capacitações, os municípios irão mostrar as suas potencialidades e fragilidades para, juntos, buscar uma solução para se resolver o problema com relação à dengue em todo o Estado.

O Plano de Contingência da Dengue é uma determinação do Ministério da Saúde e tem como principal objetivo direcionar as ações para evitar a doença e combater o Aedes Aegypti, mosquito transmissor da doença. De acordo com Antônio Neto, do Núcleo de Fatores Biológicos da SES, o plano deve ser elaborado por uma equipe técnica e tem que contemplar ações de vigilância epidemiológica, combate ao vetor, assistência ao paciente, comunicação, mobilização da população e ações intersetoriais.

O gerente operacional de Vigilância em Saúde Ambiental da SES, Geraldo Moreira, disse que muitos municípios ainda precisam elaborar os seus planos de contingência e, para isso, a equipe técnica da Secretaria da Saúde irá oferecer todas as informações e subsídios necessários para a construção do documento. “O Governo do Estado está à disposição dos municípios para esclarecer quaisquer dúvidas sobre a elaboração do Plano, como também ajudar no que for possível para manter a dengue sobre controle no Estado”, garantiu.

Ele afirmou que o Estado vem trabalhando junto às Gerências Regionais de Saúde para acompanhamento da organização da rede assistencial para pacientes com suspeita de dengue, seguindo a classificação de risco do Ministério da Saúde. O Estado vem organizando o fluxograma dos pacientes por meio da Atenção Básica e dos serviços de referência para atendimento às pessoas com suspeitas da doença e casos graves, como também com a capacitação dos profissionais de saúde. “Temos que deixar claro que a porta de entrada dos casos de dengue é a Atenção Básica, que deve atender os casos que apresentem sinais clínicos da doença, e que compete ao município a execução das ações de vigilância”, finalizou Geraldo Moreira.

Veja as datas das outras reuniões:

25/09 – Os municípios da I e II GRS, no Cefor (João Pessoa);

26/09 – Todos os municípios que compõem a 12ª GRS (em Itabaiana);

08 e 09/10 – Reuniões com os municípios da 3ª GRS (Campina Grande);

10/10 – Reunião com os municípios da 4ª e 5ª GRS (Campina Grande);

15 e 16/10 – Reunião com os municípios da 3ª Macro (6ª, 7ª e 11ª GRS – em Patos);

17 e 18/10 – Reunião com os municípios da 4ª Macro (8ª, 9ª e 10ª GRS – em Sousa);

11/11 – Último dia de entrega dos Planos de Contingência da Dengue.