Fale Conosco

24 de agosto de 2012

Governo inicia cadastro para beneficiários do Restaurante Popular de Mangabeira



A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh) começa nesta segunda-feira (27), na Casa da Cidadania de Mangabeira, o cadastramento de beneficiários dos programas sociais e moradores de rua que vivem no bairro. O objetivo é garantir alimentação de todos no novo Restaurante Popular de Mangabeira.

No local serão servidas mil refeições ao preço de R$ 1,00. Desse total, quinhentas serão garantidas para pessoas carentes. Em uma reunião realizada na Secretaria de Desenvolvimento Humano ficaram definidos critérios para o questionário que vai ser utilizado para o cadastramento.

“O Governo do Estado está reservando quinhentas refeições para as pessoas que são usuárias de programas sociais como o Bolsa Família, a Habilitação Social, o Pão e Leite e outros para que elas sejam atendidas independentes de pegarem ficha ou não”, explicou a secretária Cida Ramos.

Documentos necessários – A partir desta segunda-feira (27) até a sexta-feira (31) o cadastro será feito na Casa da Cidadania por uma equipe formada por assistentes sociais e psicólogos que irão identificar a população que vive em situação de vulnerabilidade econômica, por meio de um questionário.

As pessoas precisam levar identidade, CPF, comprovante de residência (conta de água e luz), comprovante de renda (cartão do benefício, contra-cheque). Já com relação aos moradores de rua, a equipe irá fazer a abordagem e a avaliação de cada caso.

Estratégias sociais – Com o cadastro desta população, outra frente de trabalho vai entrar em ação. A Sedh irá oferecer cursos profissionalizantes a este público, na tentativa de resgatar a cidadania destas pessoas.

“Vamos disponibilizar no segundo piso do Restaurante Popular de Mangabeira cursos profissionalizantes para as pessoas que foram cadastradas pela Sedh. É um trabalho de médio e longo prazo. Então, assim estaremos atendendo não só a questão da segurança alimentar, mas também a inclusão produtiva”, finalizou Cida Ramos.