João Pessoa
Feed de Notícias

Governo inaugura sistema eletrônico de identificação civil

quarta-feira, 12 de setembro de 2012 - 16:24 - Fotos: 

Foto: José Marques/Secom-PB

O sistema que permite a produção de carteiras de identidade de forma eletrônica foi inaugurado, na manhã desta quarta-feira (12), pelo governador Ricardo Coutinho, que recebeu em mãos o seu novo documento com dados digitalizados. A demonstração de como funciona o novo programa de computador aconteceu na Casa da Cidadania do bairro de Jaguaribe, em João Pessoa, onde vai permanecer em fase de customização, que inclui instalação e acompanhamento, nos próximos dias. Até o final de outubro, o sistema deve chegar a todas as oito Casas da Cidadania do Estado.

Para o governador, a Paraíba dá um passo à frente, ao deter a tecnologia do reconhecimento facial, da assinatura e digital das pessoas para compor um banco de dados. “Chegou a hora de se modernizar e informatizar, oferecendo melhores condições de segurança aos paraibanos” destacou Ricardo Coutinho.

De acordo com o gerente executivo de Identificação Civil e Criminal do Instituto de Polícia Científica (IPC), Israel Aureliano, as informações cadastrais e biomédicas colhidas vão garantir o armazenamento de informações do identificado. “Trocamos produção por segurança. Um cidadão que tiver uma carteira de identidade emitida pelo IPC paraibano não poderá fazer isso novamente utilizando outro nome, por conta do reconhecimento facial e das papilas”, explicou.

Já o diretor do IPC, Humberto Pontes, enumerou outras vantagens da utilização do novo sistema: “Toda captura será automatizada, não sendo necessário que o usuário leve fotografia ou suje os dedos para a impressão digital. Além disso, o banco de dados vai facilitar a identificação de cadáveres ignorados ou mesmo de pessoas, no campo criminal. Outra vantagem é a de que o sistema coloca a Paraíba entre os 12 estados do Brasil que detém esse tipo de tecnologia, necessária à futura implantação do Registro de Identificação Civil (RIC), uma identidade única, que conterá um chip”.

Pontes adiantou que o próximo passo da Gerência de Identificação Civil e Criminal será a digitalização do acervo do IPC, que hoje é de 4 milhões de documentos.

Foto: José Marques/Secom-PB

Atendimentos – A secretária do Desenvolvimento Humano, Cida Ramos, ressaltou que o atendimento prestado pelo Instituto de Polícia Científica está entre os 20 serviços oferecidos pelas oito Casas da Cidadania espalhadas no Estado. “A de Jaguaribe está em terceiro lugar com mais de 225 mil registros de janeiro a julho de 2012, superados apenas pelos 233.301 de Campina Grande, e pelos 416.370 da Casa da Cidadania do bairro de Tambiá, em João Pessoa, no mesmo período”, revelou a secretária.

O Governo pretende abrir mais Casas da Cidadania na Paraíba, atendendo às demandas da população. Sousa, no Sertão paraibano, deverá ser o próximo município a ganhar uma unidade. Também existem projetos para novas unidades em Alhandra, Pombal e Santa Rita. Atualmente, os atendimentos são realizados nos bairros de Tambiá, Jaguaribe, Mangabeira e Manaíra, em João Pessoa; em Campina Grande, Cabedelo, Guarabira e Patos.

O ato contou ainda com as presenças do secretário da Segurança e da Defesa Social, Cláudio Lima; da delegada geral de Polícia Civil, Ivanisa Olímpio; dos comandantes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, coronéis Euller Chaves e Jair Carneiro, respectivamente, entre outras autoridades.