João Pessoa
Feed de Notícias

Governo implanta Cartão Alimentação em mais quatro municípios paraibanos

sexta-feira, 20 de maio de 2016 - 12:46 - Fotos:  Luciana Bessa

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh), implanta, no mês de junho, o Cartão Alimentação, Programa Estadual que beneficia famílias em situação de vulnerabilidade social, nos municípios de Guarabira e Alagoa Nova.

Em julho, será a vez de Serra Redonda, Remígio e Pedras de Fogo. O Programa já funciona em João Pessoa, Campina Grande e Conde onde beneficia cerca de 10 mil famílias.

A coordenadora estadual do Programa, Tatiane Campos, destaca que o Cartão Alimentação traz autonomia aos beneficiários, que podem consumir o alimento que quiserem e comprar nos estabelecimentos cadastrados na hora que acharem melhor.

Em João Pessoa, são mais de 6 mil famílias beneficiadas. “Os beneficiários do Programa Pro Alimento não enfrentam filas e compram arroz, feijão, fruta, verdura, pão, enfim, o produto alimentar que desejarem para complementar a feira”, ressaltou Tatiane.

Cartão Alimentação – O Cartão Alimentação, coordenado pelo Programa Pró-Alimento da Sedh, foi implantado pelo Governo do Estado em substituição ao Programa do Leite, nas regiões onde não existe produção de leite suficiente para a demanda do Programa.

Segundo Tatiane Campos, o Cartão Alimentação só pode ser utilizado para as pessoas cadastradas pelo Programa. Ele também só pode ser utilizado nos estabelecimentos cadastrados, que passaram por treinamento. A cada mês, as famílias recebem R$ 25,00 de crédito, que deve ser consumido até o fim do mês.

Para quem é beneficiado com a iniciativa, o Cartão Alimentação é uma ajuda importante. “Esse cartão é muito bom pra gente, porque não trabalho e meu marido está vivendo de bico. E com o cartão compro o mingau da minha filha, arroz, feijão e bolacha. Depende da necessidade de casa”, disse Roseilda Ferreira, que mora no Bairro São José, em João Pessoa.

Quem também utiliza o Cartão Alimentação é a desempregada Isabela Cesário. “Muito bom o Cartão porque a gente pega o que quer. Ele tem feito a diferença lá em casa”, contou.

Movimenta a economia – O programa tem atualmente cadastrado cerca de 100 estabelecimentos comerciais que todo mês recebem os beneficiários que compram e deixam o dinheiro no local, movimentado a economia desses pequenos estabelecimentos.

Para o proprietário de um mercadinho localizado no Bairro São José, Assis da Silva, o movimento no local aumentou e a expectativa é que melhore. “Com certeza, o Cartão Alimentação é importante para a gente, principalmente, neste momento de crise que todos enfrentam. Então, temos venda certa dos beneficiários do Cartão”, afirmou.