João Pessoa
Feed de Notícias

Governo homenageia personalidades do futebol de Campina Grande no aniversário do estádio Amigão

segunda-feira, 20 de abril de 2015 - 16:36 - Fotos: 

Um dia que marcou mais um capítulo da história do estádio Amigão. Neste domingo (19), antes do clássico entre Treze e Campinense pelo Campeonato Paraibano, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), realizou a comemoração oficial dos 40 anos de fundação da principal praça de esportes do compartimento da Borborema, inaugurada em 1975 pelo então governador Ernani Sátyro.

Na oportunidade, a banda da Polícia Militar da Paraíba executou o Hino Nacional brasileiro e, em seguida, o secretário executivo de Esporte e Lazer, José Marco, homenageou personalidades que marcaram a história do estádio como: o dirigente Francisco Chaves, que dedicou mais de 50 anos da sua vida ao futebol; o ex-técnico e jogador José Lima, considerado o maior vencedor de títulos estaduais da Paraíba; Adelino Aquino, maior artilheiro do Amigão em uma só partida; Jarbas Ferreira, que foi o árbitro que apitou a partida de inauguração do estádio e ainda o Campinense Clube, que é o primeiro paraibano a completar 100 anos de fundação.

Já o troféu comemorativo do jogo foi em homenagem ao narrador esportivo Joacir Oliveira, que faleceu em outubro do ano passado. “Eu, como um dos filhos, confesso que estou bastante emocionado e ao mesmo tempo grato pela atitude do Governo do Estado em lembrar do meu pai Joacir, que tanto fez a torcida vibrar aqui no Amigão quando narrava as partidas, sobretudo os clássicos”, disse Cesar Oliveira.

Para José Marco, foi um momento marcante não só para o futebol de Campina Grande, como também de todo o Estado. “O Amigão é um orgulho de toda a Paraíba e que recentemente recebeu melhorias na sua estrutura de mais de R$ 30 milhões no intuito de dar mais conforto ao torcedor e a todos que precisem frequentá-lo. E para comemorar os 40 anos, nada mais justo do que homenagear aqueles que carimbaram a história e o mais interessante é vê-los emocionados e gratos pela lembrança”, frisou.

Como o placar terminou num empate em 1 a 1, o troféu Joacir Oliveira foi recebido pelo Campinense, que era o clube visitante. “Sabemos que é rotineiro quando acontece o empate do troféu ir para o clube visitante”, disse o presidente do Treze, Carlos Alberto. 

Delegacia – No dia em que comemorou os 40 anos, o Amigão ganhou uma delegação nas dependências internas do estádio. “Os que fazem a segurança em Campina Grande juntamente com a Sejel tiveram a ideia de implantar uma delegacia dentro do estádio porque, agora, quem fizer algo de errado não precisa ser deslocado para uma fora do estádio”, destacou Ascânio Pacelli, gerente do Amigão.