João Pessoa
Feed de Notícias

Governo firma parceria com Ministério Público para monitoramento do abastecimento de combustível

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016 - 19:21 - Fotos: 

O procurador-geral do Estado, Gilberto Carneiro, se reuniu na tarde desta quinta-feira (7), na sede do Ministério Público da Paraíba, em João Pessoa, com o diretor-geral do MP-Procon, Glauberto Bezerra, para entregar oficialmente o documento da Petrobras, no qual a estatal se compromete com a continuação da distribuição de combustíveis limpos através dos terminais do Porto de Cabedelo. A medida do Governo do Estado, por meio da Procuradoria-Geral do Estado, tem como objetivo principal monitorar o cumprimento do acordo firmado com a Petrobras.

O procurador-geral do Estado, Gilberto Carneiro, afirmou que a Paraíba tem condições plenas de continuar com as atividades de cabotagem. “O governador Ricardo Coutinho se mantém firme em defender as atividades da Petrobras no Porto de Cabedelo, pois isso geraria um prejuízo em vários âmbitos para o Estado da Paraíba. O Porto de Cabedelo tem condições de armazenamento satisfatórias, haja vista que a média dos meses anteriores foi de cerca de 60 mil toneladas de combustíveis”, pontuou. “Essa parceria que ora firmamos com o Ministério Público é mais uma medida tomada pelo governador Ricardo Coutinho para dar segurança à população paraibana”, prosseguiu, lembrando que foram adotadas pelo Governo do Estado todas as medidas para assegurar também a normalização do abastecimento.

O diretor-geral MP-Procon, Glauberto Bezerra, afirmou que o órgão atuará para garantir o cumprimento das medidas tomadas pelo Governo do Estado. “As medidas do Governo do Estado têm como principal objetivo garantir a segurança da população, pois, caso as operações da Petrobras sejam encerradas, os prejuízos para a sociedade paraibana serão múltiplos, inclusive com aumento do tráfego de veículos entre os Estados da Paraíba e Pernambuco, causando risco de vida e também ambiental, já que são veículos que transportariam cargas perigosas, cerca de 400 veículos”, destacou. “Portanto, no que nos compete, iremos tomar todas as providências, inclusive para garantir a normalização do abastecimento de combustíveis em todo o Estado”, acrescentou.

Compromisso – A Petrobras garantiu ao Governo do Estado que a distribuição dos combustíveis limpos através dos terminais do porto de Cabedelo não será alterada. O compromisso da estatal se deu logo após a solicitação do governador Ricardo Coutinho, que assim que soube da possibilidade do fim das operações na Paraíba, solicitou reunião com executivos da Petrobras.

O encontro, que ocorreu na tarde desta quarta-feira (6) na sede da estatal, contou com a participação da vice-governadora da Paraíba, Lígia Feliciano, do secretário executivo de Desenvolvimento Econômico, Wilbur Holmes Jácome, e da diretora presidente da Companhia Docas da Paraíba, Gilmara Temóteo.

No documento, assinado pelo diretor de abastecimento da Petrobras, Jorge Celestino Ramos, ficou firmada a garantia da continuidade das operações. “Enquanto houver demanda, iremos entregar. Inclusive para o mês de janeiro, as distribuidoras paraibanas já têm pedidos na ordem de 58 mil toneladas”, garantiu.

Desde o início de dezembro, ocasião que ocorreu o desabastecimento, que o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, vem trabalhando no sentido de garantir a continuidade das operações de transporte de combustíveis para o Porto de Cabedelo.  O chefe do executivo estadual manteve contato telefônico com o ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, no qual expôs o problema causado no final do ano e cobrou uma solução efetiva para a permanência do terminal de combustíveis na Paraíba.