Fale Conosco

15 de março de 2013

Governo finaliza preparativos para decisão da Copa Nordeste



O Estádio Governador Ernani Sátiro (Amigão) está pronto para receber a final da Copa do Nordeste 2013 entre Campinense e o time alagoano ASA, que acontece neste domingo (17). Durante toda a semana, a equipe de funcionários da Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel) se empenhou para deixar a principal praça de esportes de Campina Grande apresentável para sediar o jogo que decidirá o campeão da maior competição regional do Brasil. O público estimado é de aproximadamente 19 mil torcedores.

O secretário da Juventude, Esporte e Lazer, Tibério Limeira, lembrou que toda a estrutura, que vai desde o estacionamento das delegações, passando pelas arquibancadas, cadeiras, cabines de imprensa e o gramado, teve um tratamento intensificado por parte dos funcionários. “Trata-se de uma partida histórica, pois nenhum outro representante paraibano chegou tão longe numa competição como a Copa do Nordeste. No entanto, a recomendação foi de um trabalho intenso para que o estádio, que é administrado pelo Governo, mostre o quanto é capaz de sediar partidas importantes”, disse Tibério.

Para o gerente operacional do Amigão, Ascânio  Paceli, o torcedor que for ao estádio vai encontra-lo totalmente limpo e com a parte elétrica toda revisada, além de nova pintura na parte externa. “Muita gente ligada ao futebol de todo o país, como autoridades, imprensa e torcedores, vai encontrar o Amigão muito limpo, pintado na parte de fora e de dentro e ainda com novas lâmpadas, que foram substituídas para melhorar a iluminação nas dependências internas. As cabines de imprensa receberam um tratamento especial que é para os jornalistas trabalharem sem que aconteça nenhum tipo de problema”, frisou o gerente.

O jogo entre Campinense e Asa terá início às 16h e para o representante paraibano conseguir levantar a taça de campeão basta um simples empate, já que venceu a primeira partida por 2 a 1, jogando em Alagoas. “A Paraíba toda está de mãos dadas para que o Amigão marque esse dia onde um clube nosso foi campeão de forma inédita”, comentou Limeira.

Reformas – O Estádio Amigão, a exemplo do Almeidão, em João Pessoa, passará por uma grande reforma. Serão investimentos de quase R$ 19 milhões e a ordem de serviço já foi assinada pelo governador Ricardo Coutinho durante um jogo do Campinense válido pela primeira fase da competição nordestina. 

Segurança – Um esquema especial de segurança foi montado para garantir a tranquilidade dos torcedores que assistirão ao jogo entre Campinense e o time alagoano ASA. Serão utilizados 350 policiais militares e 45 homens do Corpo de Bombeiros. Além disso, estarão de plantão aproximadamente 50 policiais civis, entre agentes, delegados e escrivães.

Segundo o comandante do 2º Batalhão da PM, tenente coronel Souza Neto, o efetivo empregado é oriundo da unidade a qual comanda e dos batalhões de Guarabira e João Pessoa. Além da segurança no estádio, os policiais também farão a escolta dos jogadores do Campinense e do ASA do hotel até o estádio.

Os Bombeiros também reforçarão as ações preventivas dentro e fora do Amigão. “Teremos cinco viaturas distribuídas pelo campo e na parte externa, cada uma delas equipada para atender diferentes ocorrências: primeiros socorros, salvamentos e até combate a incêndios”, adiantou o comandante da corporação, coronel Jair Carneiro.

Ainda segundo ele, o comandante do 2º Batalhão dos Bombeiros, major Lucas Severiano, coordenará in loco o trabalho das equipes durante a final da Copa do Nordeste.  Todo o esquema de segurança para a partida foi discutido durante reunião realizada na última terça-feira (12), entre autoridades de segurança pública do Estado e o Ministério Público da Paraíba (MPPB), em Campina Grande.  No encontro, ficou decidido ainda que estará proibida a venda e o consumo de bebida alcoólica no Amigão, além do uso de fogos de artifício.

Ainda funcionarão em regime de plantão a Central de Polícia de Campina Grande, localizada no Bairro do Catolé, em Campina Grande (Fone: 3310-9300) para atender crimes em geral; e a Delegacia de Crimes Contra a Pessoa de Campina Grande para casos de homicídios e a Delegacia de Crimes contra o Patrimônio que vai atender crimes contra o patrimônio de grande vulto, a exemplo de assaltos a bancos. As duas delegacias também funcionam dentro da Central de Polícia.