João Pessoa
Feed de Notícias

Governo Federal atende pleito e PB ganhará seis novos campi do IFPB

terça-feira, 16 de agosto de 2011 - 16:40 - Fotos: 

A Paraíba ganhará mais seis novos campi do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFPB) em Catolé do Rocha, Itaporanga, Guarabira, Esperança, Itabaiana e Santa Rita. O anuncio foi feito na manhã desta terça-feira (16), pela presidente Dilma Rousseff, em solenidade no Palácio do Planalto com as presenças do governador Ricardo Coutinho, do diretor do IFPB, João Batista, ministros, governadores e prefeitos.

A presidente Dilma Roussef anunciou a construção de 200 institutos federais de educação tecnológica no país, e mais quatro universidades federais, sendo duas na Bahia, uma no Ceará e outra no Pará. No último mês de abril, o governador Ricardo Coutinho e o reitor do IFPB, João Batista de Oliveira, encaminharam um pleito conjunto para a instalação de seis escolas técnicas profissionalizante na Paraíba, de acordo com o potencial econômico das regiões.

Para Ricardo Coutinho, essa é uma grande conquista para a Paraíba, que ganha seis novas unidades do IFPB definidas dentro de critérios técnicos, comandada pelo reitor João Batista e referendada pelo Governo do Estado e que foi compreendida pelo ministro da Educação, Fernando Haddad. Ricardo lembrou que se reuniu por três vezes com o ministro pautando a necessidade da expansão do ensino técnico da Paraíba para dar mais acesso aos jovens à qualificação e ao mercado de trabalho.

Ricardo Coutinho destacou a regionalização do ensino técnico profissionalizante com campi em Catolé do Rocha, Itaporanga, Guarabira, Esperança, Itabaiana e Santa Rita. “Até o Vale do Piancó, que não tinha nenhuma instituição de ensino superior, será contemplada junto com o compromisso do IFPB de instalar polos avançados em torno dos campi, como por exemplo em Itaporanga, que terá um polo avançado em Conceição e um campus em Esperança, que ganhará um polo avançado em Areia”, adiantou.

A Paraíba se destaca como primeiro estado do Brasil no Ensino Superior na relação vagas habitantes – são 27 vagas a cada 100 mil habitantes. “É preciso ampliar isso e conversei que o ministro Fernando Haddad para que seja instalada uma UFPB em Guarabira para contemplar a região do Brejo. Nós estaremos complementando esse desenho geográfico educacional com as escolas técnicas estaduais que iniciaremos ainda este ano”, ressaltou o governador.

Em cerimônia que atraiu ministros, governadores, prefeitos e educadores, a presidente Dilma Rousseff disse que hoje dá inicio a uma nova etapa de expansão do ensino superior. “É grande a minha satisfação, pois torno realidade um compromisso assumido na minha campanha à Presidência da República”, disse a presidente Dilma, para em seguida recordar que foi no governo do ex-presidente Lula e do ex-vice-presidente José Alencar, que não tiveram formação universitária, que começou o processo de construção e interiorização de campi de universidades e escolas técnicas.

Dilma lembrou que os institutos federais contam atualmente com 600 mil alunos. Ela comentou também sobre o esforço do Governo Federal em combinar a oferta e vagas públicas em universidades privadas por meio do ProUni. Deste modo, alunos de famílias carentes podem cursar a rede privada de ensino superior. Porém, a presidente esclareceu que se os antecessores tivessem feito a expansão da oferta de universidades e escolas técnicas o país estaria num posto mais avançado.

O reitor do IFPB, João Batista, disse que recebeu com muita alegria a instalação dos seis novos campi que chegaram a 15 em todo o Estado. “Ao mesmo tempo em que ficamos felizes, também estamos cientes do trabalho e do tamanho do desafio de construir esse novo tempo da educação do Brasil e da Paraíba. Vamos buscar construir as novas escolas com agilidade e dentro de um planejamento estratégico dos cursos que serão implantados em curto, médio e longo prazo, de acordo com os eixos vocacionais de cada região”, afirmou o reitor.