João Pessoa
Feed de Notícias

Governo faz 66.576 atendimentos em três versões da Praça da Gente

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009 - 16:57 - Fotos: 

O Governo do Estado realizou 66.576 atendimentos em três versões do Programa Praça da Gente, que leva uma série de serviços de saúde e cidadania aos municípios paraibanos. O último a receber a caravana foi Cajazeiras, no Sertão paraibano, com 24.268 prestações de serviços diversos, no último dia 5. A primeira cidade a ter a Praça instalada foi Guarabira no final de outubro, seguida de Patos no dia 16 de novembro. O programa entrará em recesso e voltará a percorrer as localidades da Paraíba no próximo mês de fevereiro.
 
 A coordenadora do Praça da Gente, Marie Madruga, disse que apesar de a população de Cajazeiras (com 57.875 habitantes) ser menor do que a de Patos (100.732 habitantes), o total de atendimentos prestados em cada um foi aproximado. Foram 17.964 atendimentos em Guarabira e 24.344 em Patos, apenas 76 a mais do que em Cajazeiras. 

Procura deve crescer – “O programa está se tornando mais conhecido dos paraibanos e a tendência é que a procura aumente em cada município, respeitando, é claro, a proporção de cada um e a sua influência na região. É muito gratificante ver, durante os eventos, que uma criança sem registro de nascimento e um agricultor sem um RG podem ter acesso a esses documentos, que é um direito de todo cidadão. Da mesma forma, as consultas e tantos outros serviços oferecidos estão levando mais dignidade e mais saúde, principalmente a pessoas de baixa renda. Por isso, este governo vai continuar investindo nesta ação”, disse a coordenadora.

Campeão de atendimentos – O estande campeão de atendimentos foi o Espaço Fique Sabendo, que faz o teste rápido da Aids. Foram 152 testagens, 304 aconselhamentos e 3.876 distribuições de preservativos, somando 3.876 atendimentos realizados. Em segundo lugar, ficou o Espaço da Vigilância Ambiental, responsável por orientações sobre controle e combate a insetos transmissores de doenças, com 2.356 atendimentos.  As demonstrações feitas pelo Corpo de Bombeiros (prevenção de acidentes) e pela Polícia Militar (abordagem policial e apresentação de cães farejadores) também atraíram muita gente.

O Espaço da Oftalmologia praticamente dobrou o número de consultas realizadas em comparação a Patos, porque a Prefeitura de Cajazeiras disponibilizou um segundo ônibus-consultório. Foram 578 consultas e constatou-se que 538 pessoas precisavam usar óculos de grau, que serão entregues em 15 dias. Foram 203 consultas na clínica de dermatologia e 90 na de mastologia, com 49 encaminhamentos para mamografia e oito para ultrassonografia. O Hemocentro coletou 22 bolsas de sangue e cadastrou 71 doadores em potencial para medula óssea.

Nos espaços – Foram 1.905 atendimentos no Espaço do Meio Ambiente e Agricultura; 798 no Espaço Leitura e Lazer; 97 do Balcão de Direitos; 357 no Espaço da Identidade; 1.111 no Espaço da Cidadania e Fala Cidadão; 80 no Bela Praça; 571 no Espaço Salva Vidas; 915 no Espaço do Trânsito; 932 no Espaço da Enfermagem e Nutrição; 1.323 no Espaço da Saúde Bucal; 402 na Dermatologia; 1.131 no Espaço da Oftalmologia; 232 no da Mastologia; 93 no Doe Vida; 3.876 no Fique Sabendo; 2.356 no Espaço da Vigilância Ambiental; 364 no Cine Praça; 1.800 no Espaço da Coordenação. Além desses espaços, que tinham tendas padronizadas, outros serviços foram realizados, como a emissão de 86 documentos do Cartão SUS e 86 cortes de Cabelo realizados na unidade móvel do Senac.

Parceiros – O Programa Praça da Gente é coordenado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) e conta com serviços de mais 26 órgãos parceiros: secretarias de Educação e Cultura, Administração Penitenciária, Desenvolvimento Humano, Segurança e Defesa Social, Desenvolvimento Agropecuário e Pesca e de Esporte e Lazer; Casa Civil; Superintendência de Administração do Meio Ambiente; Comando da Polícia Militar; Corpo de Bombeiros; Emater, Empasa, Emepa; Funesc; Detran; Cagepa; DER; Cendac; Codata; Ouvidoria Pública; Defensoria Pública; Rádio Tabajara; Jornal A União, INSS, Ministério Público Estadual e prefeituras municipais.

 

Da Assessoria de Imprensa da SES-PB