Fale Conosco

5 de novembro de 2012

Governo estimula turismo e artesanato rural na agricultura familiar



pb-bananeiras-trilha-ecologicaO turismo rural como fonte de renda para o agricultor familiar será tema de um evento que o Governo do Estado promove nesta terça-feira (6) e quarta-feira (7), no Sindicato dos Agrônomos, Veterinários e Zootecnistas dos Entes da Paraíba (Sinavez), em João Pessoa. A Primeira Oficina do Turismo e do Artesanato Rural é uma promoção da Emater Paraíba, em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e tem a proposta de discutir e elaborar estratégias de incremento para o setor. O evento começa às 8h.

Além do MDA e da Secretaria do Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), participam do evento representantes da Secretaria Executiva de Turismo, dos programas de artesanato, do Talentos do Brasil Rural, do Anda Brasil e de grupos de artesãos de várias regiões administrativas do Estado.

Segundo a articuladora estadual de Turismo e Artesanato Rural da Emater, a extensionista Social Gláucia Gusmão, um dos objetivos da oficina é despertar nas famílias agricultoras o interesse na descoberta das potencialidades turísticas em seus municípios e estimular o artesanato como oportunidade de trabalho e geração de renda.

Ela destacou as capacitações e o assessoramento da Emater a grupos de artesãos paraibanos em várias regiões do Estado, hoje conhecidos em todo o País. Um exemplo são as mulheres que trabalham com a fibra do sisal em São Vicente do Seridó, região administrativa de Picuí. “Nas mãos delas, o sisal se transforma em tapetes, porta-revista, porta-retrato, suporte de plantas, bijuterias, entre outras confecções”, enfatizou.

Outro grupo de artesãos que recebeu capacitação de técnicos da extensão rural fica localizado no assentamento Estivas do Geraldo, em Lucena, Litoral Norte do Estado. Lá, eles trabalham com redes de tear, crochê, bordados, além de cocadas, doces e licores diversos. Já no assentamento Santa Cruz, no município de Campina Grande, os trabalhos são voltados para pintura em tecido, vidros e em pufe. Produzem também licores, bolos, doces, cocadas e biscoitos. No assentamento Imbira, na cidade de Massaranduba, são produzidos trabalhos com labirinto, ponto de cruz, crochê e pinturas.

Ao final do evento, os 30 extensionistas participantes vão elaborar um planejamento estratégico baseado nas potencialidades locais e ações estruturantes do Estado cuja execução deverá iniciar a partir de janeiro de 2013.

Integram a programação, palestras e debates sobre ações de Assistência Técnica e Extensão Rural para o turismo e artesanato, a arte como negócio e oportunidades e tendências em turismo e empreendedorismo rural.

Participam da organização, os facilitadores da Emater Mércia Lucas, Teresa Cristina, Flávio Müller, Rizonete Gomes, além dos palestrantes Edílson Batista, do Sebrae; Sandra Galvão, do Programa Paraibano de Artesanato; e Alessandra Lontra, da Secretaria Executiva de Turismo do Estado. O evento conta com apoio da diretoria colegiada da empresa, com a colaboração de núcleos e unidades operativas no Estado.