Fale Conosco

1 de outubro de 2015

Governo entrega unidade de dessalinização e autoriza construção de barragens subterrâneas em Serra Branca



O Governo do Estado entrega nesta sexta-feira (2), às 10h, a primeira Unidade Simples de Dessalinização de Água do Programa Água Doce no Estado. O equipamento será inaugurado no município de Serra Branca e vai beneficiar 400 famílias com o acesso à água própria para o consumo humano a partir do aproveitamento sustentável de águas subterrâneas.  Na ocasião, também será assinada a ordem de serviço para construção de 280 barragens subterrâneas, pelo Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú (Procase), dentro das ações do Programa Viva a Água. O investimento total é de aproximadamente R$ 3,2 milhões.

Para beneficiar as 400 famílias beneficiadas com acesso à água, foram investidos só em obra para instalar o sistema R$ 93.190,32. Outros R$26.411,85 foram necessários para aquisição do dessalinizador. A meta atual do Programa Água Doce é implantar e recuperar 93 sistemas de dessalinização na Paraíba. O valor total do convênio, com recursos federal e estadual, é de R$ 22.036.629,57. Desse montante, R$2.092.421,17 são contrapartida do Governo do Estado.

O Programa Água Doce é uma ação do Governo Federal, coordenada pelo Ministério do Meio Ambiente, em parceria com cerca de 200 instituições federais, estaduais, municipais e sociedade civil. Ele atende, prioritariamente, comunidades rurais localizadas no Semiárido Brasileiro. Os recursos aplicados na Paraíba foram resultados de convênio firmado entre o Ministério do Meio Ambiente e a Secretaria de Estado de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente e Ciência e Tecnologia (Seirhmact).

Ordem de serviço – A ordem de serviço para construção de 280 barragens subterrâneas, pelo Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú(Procase), faz parte das ações do Programa Viva a Água e representa um investimento de aproximadamente R$ 3 milhões, beneficiando diretamente 2.800 famílias da agricultura familiar.

As barragens serão implantadas em 56 municípios do semiárido paraibano, nos territórios do Cariri, Seridó, Curimataú e Médio Sertão, e fazem parte da estratégia de implantação de Unidades de Produção de Forragem na área de atuação do Procase, para amenizar os efeitos da estiagem, garantindo a sobrevivência do rebanho da agricultura familiar

O coordenador do Procase, Hélio Silva Barbosa, explica que cada barragem subterrânea será acompanhada por um kit de subirrigação e um campo de palma resistente, compondo uma unidade de produção de forragem animal. “Ter o suporte forrageiro para alimentar o rebanho é uma condição fundamental para que o agricultor/a familiar conviva com a estiagem, e com o semiárido. Pensando nisso, junto a cada estrutura hídrica, que serão as barragens e os poços, vamos instalar um kit de subirrigação por energia solar e um hectare de palma resistente à cochonilha do carmim para possibilitar o desenvolvimento econômico e sustentável das comunidades rurais durante este período”, comenta o coordenador.

O investimento total do projeto dentro das ações do Programa Viva Água, gira em torno de R$ 15 milhões, pois além das barragens subterrâneas, o Procase, em parceria com o Exército, também vai perfurar 280 poços tubulares profundos como suporte hídrico para as unidades de produção de forragem.