João Pessoa
Feed de Notícias

Governo entrega Prêmio Lauro Pires Xavier aos defensores da natureza

quarta-feira, 2 de junho de 2010 - 11:34 - Fotos: 
O Governo do Estado realizou nesta terça-feira (1), no Hotel Tambaú, em João Pessoa, a solenidade de entrega do ‘Prêmio Lauro Pires Xavier’ a instituições públicas e privadas, além de personalidades que se destacaram na preservação ambiental no Estado.

O evento, fez parte das comemorações alusivas à Semana do Meio Ambiente. O governador José Maranhão foi representado pelo secretário do Meio Ambiente, dos Recursos Hídricos e da Ciência e Tecnologia, Francisco Sarmento.  O neto do ambientalista, Lauro Xavier Pires Neto, participou da entrega do prêmio e foi agraciado com um troféu e um certificado.

O secretário Sarmento revelou que neste século 21 a palavra chave é sustentabilidade e é, com este espírito, que empresas e pessoas receberam o Prêmio Lauro Xavier Pires. Sarmento destacou que em todas as suas obras, o Governo do Estado tem observado a questão ambiental. A política ambiental da Paraíba, na atual gestão, vem sendo pensada com ênfase no conceito da sustentabilidade.

O desenvolvimento sustentável é o paradigma central para qualquer modelo que se pretenda implantar e que traga benefícios reais e de longo prazo para a sociedade.

Conquistaram o Certificado de Menção Honrosa e o Prêmio Lauro Pires Xavier: o neto do homenageado Lauro Pires Xavier Neto, Prof.Breno Grisi, Engº Antonio Augusto de Almeida, Cimentos do Brasil LTDA-CIMPOR, Cristal do Brasil – Millenium Inorganic Chemicals do Brasil-AS, Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura -CREA-PB, Prof. Daniel Duarte Pereira, Japungú Agro-Industrial LTDA, e Instituto Federal de Educação,Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB).

Também receberam certificados: Aderaldo Leocádio (in memorium), AmBev-Companhia de Bebidas das Américas, Agoindustrial TABÚ LTDA,  Bentonit União Nordeste Indústria e Comércio LTDA,  Companhia Industrial de Cerâmica-Cincera, Departamento de Sistemática e Ecologia da UFPB, Espaço Ecológico no AR (programa de rádio exibido na Tabajara e na CBN), Instituto de Responsabilidade Social da UNIMED-UNIGENTE, Laboratório de Medições Ambientais da SUDEMA,   Laboratório de Tecnologia Farmacêutica –UFPB, e    LCD-SEV-Filial GIASA.

O Prêmio Lauro Pires Xavier é voltado para personalidades, empresas, universidades e trabalhos jornalísticos, que de uma alguma forma tenham desenvolvido projetos para diminuir o impacto ambiental; incentivado com o desenvolvimento sustentável; ou elaborado trabalhos que visem a luta pela justiça ambiental.

Quem é Lauro Pires Xavier

O ambientalista Lauro Pires Xavier nasceu na cidade de Areia em 1905 e faleceu em 1991. Ele era naturalista, botânico, ecologista, urbanista, professor, escritor, pioneiro em agricultura e criação. Lauro Xavier contribuiu muito para a defesa do meio ambiente e a preservação da natureza. Foi aluno do Liceu Paraibano.

Criou o primeiro horto florestal de Campina Grande, foi um dos fundadores da Associação dos Amigos da Natureza (APAN), era membro do Instituto Histórico e Geográfico Paraibano, tendo sido presidente da entidade e sócio fundador de diversas outras entidades. Ocupou ainda a chefia do Departamento de Ecologia da Universidade Federal da Paraíba. Também foi membro da Academia Paraibana de Letras. Publicou mais de 300 artigos em jornais e revistas especializadas em João Pessoa, Recife e São Paulo, todos os textos sobre agricultura, ecologia e educação.

Lauro Pires Xavier Neto revelou que o prêmio, que tem o nome de seu avô, é uma homenagem a quem lutou muito em defesa da natureza e que hoje a luta deve ser mantida, um momento em que a degradação do meio ambiente é evidente. Ele afirmou que sistema capitalista cada vez mais degrada a natureza e é preciso criar nas novas gerações mentalidades novas com relação a essas práticas.
    

Josélio Carneiro, com fotos de manodecarvalho, da Secom-PB