Fale Conosco

19 de julho de 2013

Governo encerra mais uma etapa do projeto Jovem Aprendiz



Mais uma etapa do acompanhamento pedagógico feito pelo Centro de Apoio à Criança e ao Adolescente (Cendac) aos beneficiados pelo Jovem Aprendiz, projeto realizado em parceria com o Banco do Brasil, foi encerrada nessa quinta-feira (18). O Jovem Aprendiz tem o objetivo de encaminhar os adolescentes ao mercado de trabalho. Os participantes, todos eles estudantes da rede pública, são contratados por meio do Cendac, que está conveniado ao Banco do Brasil.

Os adolescentes devem ter entre 15 e 15 anos e 10 meses, e cursar, no mínimo, o oitavo ano do ensino fundamental, com bom aproveitamento e frequência regular na escola. Devem ter ainda renda familiar de meio salário mínimo ou Bolsa Família.

O Banco do Brasil oferece ao jovem aprendiz um salário mínimo por mês, vale-transporte e vale-alimentação, 13º salário e férias coincidentes com o recesso escolar, seguro-saúde, além de orientação profissional e material preparatório para a Seleção Externa do BB.

Durante todo período do estágio, os adolescentes têm acompanhamento pedagógico do Cendac com aulas semanais divididas em módulos. São eles: Gestão e Cidadania, Segurança no Trabalho, Matemática, Português, Saúde e Qualidade de Vida, Informática e Técnicas Bancárias.

Quando surge a necessidade de contratação, o Banco do Brasil entra em contato e só depois fazemos uma seleção,” informou a coordenadora do projeto no Cendac, Viviane Chagas.

No ano passado, com apoio do Governo do Estado da Paraíba e do Banco do Brasil, o Cendac expandiu o Jovem Aprendiz. O programa, que era executado em três municípios, hoje beneficia 17 cidades paraibanas.