João Pessoa
Feed de Notícias

Governo encerra campanha Outubro Rosa com lançamento de livro de poesias, música e teatro

quinta-feira, 27 de outubro de 2016 - 18:14 - Fotos:  Ricardo Puppe/Secom Pb

O lançamento do livro de poesias, “Rumo dos Ventos”, de autoria da servidora da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Mércia Maria, marcou o encerramento da campanha “Outubro Rosa”, de prevenção ao câncer de mama, nesta quinta-feira (27), às 15h, na sede da Secretaria, no bairro da Torre, capital. A campanha ocorreu em todo estado, durante o mês de outubro e teve o objetivo de incentivar mulheres a realizarem exames clínicos para a prevenção do câncer de mama. A secretária Roberta Abath e a executiva Maura Sobreira participaram da solenidade. Na próxima semana tem início o “Novembro Azul”, campanha voltada para os cuidados com a saúde do homem.

“Com estas campanhas, queremos conscientizar as pessoas sobre a descoberta precoce de doenças que é o primeiro passo para a cura”, lembrou a secretária Roberta Abath.

“Da mesma forma que dedicamos o mês de outubro à saúde da mulher, novembro será dedicado aos homens e, dessa vez, terá uma novidade: a ênfase à população negra, com oficinas sobre racismo institucional e atualização do cadastro das pessoas com anemia falciforme”, disse Maura Sobreira.

Durante o encerramento do “Outubro Rosa”, a coordenadora estadual da Saúde da Mulher, da SES, Fátima Moraes, enfatizou o medo que as mulheres têm de descobrir um possível diagnóstico de câncer. “Há um grande medo, por parte das mulheres, de descobrirem que têm câncer. É tanto que algumas até realizam os exames, mas não vão buscar o resultado. E é bom salientar que, sendo detectado precocemente, 95% dos casos de câncer de mama têm cura. Por isso, a mulher não deve ter medo de se tocar, o que também pode ser feito por outra pessoa”, salientou.

De acordo com relatório parcial do Centro do Diagnóstico do Câncer (CEDC), unidade da SES, no período da campanha, de 03 a 21 de outubro, passaram pela unidade 522 mulheres, nos seguintes serviços: consultas, mamografias, exame clínico das mamas e citopatológico do colo uterino. O CEDC ainda realizou atendimento às reeducandas do Presídio Júlia Maranhão.

Para dar maior leveza ao tema este ano, a Secretaria trouxe a poesia, a música e o teatro para o encerramento da campanha. Mércia é natural de João Pessoa, formada em Psicologia, e fez da saúde pública seu ofício e da poesia instrumento que traduz sua inquietude perante a vida.

“A poesia serve muito pra refletir e, dentro deste contexto do funcionalismo público, nos faz pensar sobre o nosso papel enquanto servidor público, que é de servir bem os anseios da população. Trazendo para uma linguagem mais poética, “sou salva-vidas sem saber nadar”, disse Mércia.

Durante o evento, algumas poesias foram encenadas numa performance teatral dos atores João Maurício e Nadja Santos e  ainda contou com a violoncelista Hadassa Silveira.