João Pessoa
Feed de Notícias

Governo encerra 2° Encontro “Se Sabe de Repente” em Sousa nesta sexta-feira

quinta-feira, 24 de novembro de 2016 - 17:11 - Fotos:  Delmer Rodrigues/Secom PB

Mais de mil estudantes de oito Gerências Regionais de Educação participam do 2° Encontro Estadual do projeto “Se Sabe de Repente”. O evento, que teve início em João Pessoa na sexta-feira (18), foi realizado durante esta semana, em Cuité, em Campina Grande, e será encerrado nesta sexta-feira (25), em Sousa. A ação, realizada pela Secretaria de Estado da Educação, por meio da Diretoria Executiva de Desenvolvimento Estudantil (Dede), tem como objetivo desenvolver espaços pedagógicos de discussão de temas importantes para os jovens, de modo a permitir formas próprias de interação e expressão na sociedade.

Participam do evento alunos de 63 escolas que desenvolvem o projeto nas Regionais de Educação de João Pessoa, Campina Grande, Itabaiana, Cuité, Patos, Itaporanga, Cajazeiras e Pombal. Neste ano, o “Se Sabe de Repente” trabalhou nas escolas estaduais temas como: a desconstrução da cultura de violência, inclusão, emancipação e garantia de direitos; a transformação de territórios; e o respeito e o direito às diferenças: sexualidade, raça e etnia.

A programação conta com oficinas, palestras, apresentação de grupos de dança e música, entre outros. De acordo com o gerente da Dede, Tulhio Serrano, “o encontro está sendo um sucesso e vem contando com o envolvimento dos jovens na construção e fortalecimento da identidade coletiva da juventude de cada região, incentivando e reafirmando o protagonismo juvenil, para contribuir com a diminuição da vulnerabilidade às drogas, ao crime e à violência”.

Se Sabe de Repente – O projeto é desenvolvido com a participação de 4 mil estudantes do Ensino Médio, em 68 escolas e partir de 2017 será ampliado para 170 unidades de ensino, contemplando também os alunos do 8º e 9º anos do Ensino Fundamental. O “Se Sabe de Repente” acontece no contraturno das aulas, em 20h presenciais, por meio de oficinas temáticas, interações culturais, implantação e implementação de Grêmios Estudantis e construção do Plano de Ação de Juventude, de modo a estimular o posicionamento e a troca de experiências dos jovens diante de questões de seu interesse, como violência, sexo, promoção à saúde, cultura, esporte, trabalho, tecnologia, entre outros.