Fale Conosco

21 de março de 2012

Dia Mundial da Água terá programação especial promovida pelo Estado



O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde (SES), elaborou uma programação especial alusiva ao Dia Mundial da Água, que será lembrado nesta quinta-feira (22). De acordo com Maria Hylda Batista, chefe do Núcleo de Fatores Não Biológicos da SES, a programação será aberta às 8h30, no Ponto de Cém Réis, no Centro de João Pessoa, pelo secretário de Estado da Saúde, Waldson Souza.

Logo em seguida, haverá apresentação de vídeos sobre a importância da água, exposição do laboratório de entomologia, distribuição de material educativo, verificação da pressão arterial e exposição de banners. A Fundação Nacional de Saúde (Funasa) também vai participar das atividades, com a demonstração de coleta e análise de água e distribuição de material educativo entre a população.

A Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) vai exibir vídeos educativos, slides do projeto de revitalização dos açudes paraibanos e divulgação da balneabilidade das praias e outros mananciais.  Já a Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa) vai realizar a exposição de uma sonda, de um pluviômetro, de um medidor de vazão e distribuição de folders.

Ainda durante a programação, a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) vai expor uma maquete de uma Estação de Tratamento de Água (ETA), com torneirinha mágica e banners. As secretarias de Saúde e Educação de João Pessoa também participam da programação, com a distribuição de material educativo e com visitas das escolas municipais e estaduais.

A programação alusiva ao Dia Mundial da Água será encerrada às 16h, com apresentação do Grupo Batecum Lata. “Temos que conscientizar a população sobre a importância da preservação da água, pois o lançamento de esgotos domésticos, efluentes industriais, lixo e entulho diretamente nos corpos d’água consomem o oxigênio da água e provocam a morte da fauna, da flora e da própria água. Além disso, a aplicação indiscriminada de agrotóxicos na agricultura causa a contaminação das águas”, alertou Maria Hylda.

Hipoclorito de sódio – Este ano, a SES já distribuiu, entre a população paraibana, cerca de dez mil caixas contendo 50 frascos com 50 ml de hipoclorito de sódio, cada (o hipoclorito é usado para o tratamento da água para consumo humano). Além dessa ação, também tem realizado o monitoramento da qualidade da água nos municípios.

Segundo Maria Hylda, os municípios coletam amostras de água e as encaminham para os laboratórios de referência no Estado, para serem analisadas (análises físico-químicas e microbiológicas). “Quando a água é imprópria para o consumo humano, orientamos que sejam realizadas as correções e o uso do hipoclorito de sódio, para evitar doenças como hepatite A, cólera, diarreias, febre tifoide e outras, que são provocadas por microorganismos”, ressaltou.

Os laboratórios de referência estão localizados em João Pessoa, Guarabira, Campina Grande, Cuité, Monteiro, Patos, Piancó e Souza.