Fale Conosco

25 de agosto de 2016

Governo e UFPB realizam seminário sobre arranjos produtivos locais e Ricardo faz palestra de abertura



O governador Ricardo Coutinho participa na noite da próxima terça-feira (30) da abertura do Seminário “O Futuro do Desenvolvimento: o Brasil, o Nordeste e a estratégia de arranjos produtivos locais”, um evento realizado por meio de parceria entre o Governo e a Universidade Federal da Paraíba. A abertura será no auditório da Reitoria da UFPB, a partir das 18h30. Na ocasião, Ricardo ministrará a palestra magna, que marca a abertura do evento, com o tema “A conjuntura nacional e suas repercussões no Nordeste”.

Com o seminário o Governo e a universidade buscam criar de maneira conjunta o Plano de Desenvolvimento Econômico e Social (PLADES) com o objetivo de auxiliar os arranjos produtivos locais (APLs) paraibanos. Na abertura, o governador avalia os riscos ao recente processo de transformações ocorrido na região, em decorrência da crise política e econômica, as estratégias para sua superação e reversão de seus efeitos negativos sobre as condições sociais e econômicas.

Para estabelecer este plano, é preciso estabelecer dois aspectos. A estratégia técnica trata o desenvolvimento socioeconômico como o processo de transformações operadas por meio de redes de arranjos produtivos locais, entrelaçados e envolvendo o território paraibano, em suas dimensões cultural, política e econômica, algo que está integrado ao planejamento estadual contido no Plano Paraíba 2040, lançado na atual gestão do governo.

Já a estratégia política entende que as redes de APLs necessitam de “punhos” que as articulem e permitam criar as condições de sustentabilidade de longo prazo. Para tal, promoverá a reestruturação jurídica, instrumental e operacional de espaço de articulação institucional das políticas de promoção do desenvolvimento: o Núcleo Estadual de Apoio aos Arranjos Produtivos Locais da Paraíba (NEAPL-PB). O NEAPL-PB reúne as mais relevantes instituições do estado: Instituições Públicas de Ensino Superior, Representações do Setor Produtivo e Secretarias e órgãos do governo estadual.